INPE Esclarece Revogações das Licitações

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (30/09) no blog “Panorama Espacial” do companheiro jornalista André Mileski onde o mesmo explica qual o motivo que levou o "Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)" a revogar as licitações de nº 385, 393 e 394 relacionadas com o satélite Amazônia-1.

Duda Falcão

Amazônia-1: INPE Esclarece Revogações

30/09/2010

Ontem (29), na postagem "Amazônia-1: revogações de licitações", informamos que o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) havia revogado as concorrências para a compra do subsistema gravador digital de dados, estrutura mecânica para montagem de módulos de cargas úteis, e a antena de banda X do satélite, alguns dias após ter publicado os avisos de abertura no Diário Oficial.

Contatamos o diretor do INPE, Gilberto Câmara, para saber as razões das revogações. Câmara respondeu ao blog na noite de ontem, esclarecendo a questão:

"As licitações foram publicadas erroneamente como "concorrência internacional", quando deveriam ser "concorrência nacional". A política industrial do INPE é bem definida: todos os itens que podem ser fabricados pela indústria brasileira são licitados como "concorrência nacional". Infelizmente, houve um erro de procedimento no momento de publicar o edital, que teve de ser corrigido pelo INPE."


Fonte: Blog “Panorama Espacial“ - André Mileski

Comentário: Todos os leitores que acompanham o blog “BRAZILIAN SPACE” diariamente sabem do grande respeito que tenho pelo trabalho (apesar das dificuldades) que vem realizando o senhor Gilberto Câmara como diretor do INPE. No entanto, convenhamos que um erro como esse é inadmissível, e o responsável tem de ser responsabilizado para se evitar que erros como esse voltem acontecer. Não se pode publicar no Diário Oficial da União (onde não se pode corrigir depois, como eu faço às vezes aqui no blog) seja o que for sem a devida correção rigorosa do que se vai publicar, ou seja, isso é um erro básico. Lamentável!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial