INPE Seleciona Bolsista em Modelagem Computacional

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (24/09) no site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) destacando que o instituto está selecionando profissional na área de "Modelagem Computacional da Dinâmica do Fogo na Vegetação".

Duda Falcão

Bolsa em Modelagem Computacional
da Dinâmica do Fogo na Vegetação

24/09/2010

Projeto relacionado à construção do novo Modelo Brasileiro do Sistema Climático Global está selecionando profissional na área de modelagem computacional da dinâmica do fogo na vegetação, para atuação no Centro de Ciência do Sistema Terrestre do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CST/INPE). O valor da bolsa segue tabela de remuneração do CNPq, e terá duração inicial de um ano. Confira abaixo as especificações da vaga.

Atividades: Auxílio na implementação e testes de equações sobre a ocorrência e os efeitos do fogo em modelos globais de dinâmica da vegetação, com ênfase em ecossistemas brasileiros.

Contexto: O projeto é parte das atividades de construção do novo Modelo Brasileiro do Sistema Climático Global, em específico de sua Componente de Superfície. Esta componente trata de vários aspectos dos ecossistemas terrestres, como a dinâmica da vegetação e os ciclos biogeoquímicos, onde o fogo tem fortes influências.

Requisitos: Doutorado completo, forte interesse em áreas de pesquisa relacionadas ao projeto, e capacidade para leitura de textos em Inglês. É desejável que o candidato tenha experiência em programação de computadores (sobretudo no uso da linguagem Fortran), e possa se comunicar formalmente em Inglês (escrita e fala).

Local de trabalho: Centro de Ciência do Sistema Terrestre / Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - Rod Pres. Dutra, km39 - Cachoeira Paulista – SP.

Interessados entrar em contato por e-mail com Manoel Cardoso: manoel.cardoso@inpe.br


Fonte: Site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial