ITA Prepara Teste de Resistência de Módulos da SARA


Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria publicada hoje (05/01) no jornal “Valor Econômico” destacando que o Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA) prepara-se para testar os materiais de proteção térmica da estrutura do satélite SARA.

Duda Falcão

ITA Prepara Teste de Resistência de Módulos ao Calor

05/01/2010

O projeto Sara também envolve o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), que está desenvolvendo uma câmara de plasma, produzido por uma descarga elétrica, para testar os materiais de proteção térmica da estrutura do satélite. A câmara vai produzir jatos de plasma em alta temperatura, simulando as condições severas do ambiente da reentrada atmosférica, onde o Sara será submetido a temperaturas superiores a 2,6 mil graus centígrados.

Os dois primeiros veículos do Sara deverão usar materiais ablativos, que se decompõem sob a ação das altas temperaturas. Na versão orbital, o Sara utilizará matrizes cerâmicas, que não sofrem desgaste sob a ação das altas temperaturas, podendo ser reaproveitadas.

O Sara, diz o gerente do projeto, Luís Loures, tem como objetivo principal viabilizar o transporte de experimentos científicos e tecnológicos em ambiente de microgravidade, mas também poderá testar projetos com um nível de exigência semelhante aos que são levados para a ISS. "O Sara poderá ser usado como plataforma para experimentos que visam o desenvolvimento de novos materiais, que resistem a altas temperaturas (superiores a mil graus centígrado), utilizados na construção de futuros aviões supersônicos."

O primeiro Sara orbital, informa Loures, atingirá uma velocidade média de Mach 9, ou nove vezes a velocidade do som. Na trajetória de reentrada atmosférica, essa velocidade sobe para Mach 25, ou 25 vezes a velocidade do som. O programa alemão Shefex (Sharp Edge Experiment), que visa o desenvolvimento futuro de tecnologias para a criação de aeronaves e veículos hipersônicos, levará em seu segundo vôo, previsto para 2010, uma placa de carbeto de silício que será usada no Sara.

"O Shefex 2 também será lançado pelo foguete brasileiro VS-40, este ano. O primeiro foi lançado pelo foguete de sondagem VSB-30 há cerca de três anos", segundo Loures.


Fonte: Jornal Valor Econômico - 05/01/2010 - Via NOTIMP

Comentário: Essa matéria complementar do jornal “Valor Econômico” confirma os preparativos finais para o vôo da primeira SARA Suborbital. No entanto, não confere a informação de que tenha sido usado um foguete VSB-30 no vôo da “Operação Shefex-1”. Na realidade foi usado um foguete VS-30/Orion que é composto em seu primeiro estágio pelo motor brasileiro VS-30 e em seu segundo estagio pelo motor americano Orion. Além disso, segundo a última programação de lançamentos divulgada pela Agencia Espacial da Noruega, o vôo do VS-40/Shefex-2 será lançado do Centro de Lançamento de Andoya entre março e abril de 2011, e não em no ano de 2010 como foi citado pela matéria.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022