Irã lançará ao Espaço Foguete com Macaco a Bordo

Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria postada dia (15/01) no site do jornal “Folha de São Paulo” destacando que o Irã lançará ao espaço foguete com macaco a bordo.

Duda Falcão

Ciência

Irã lançará ao Espaço Foguete
com Macaco a Bordo

DA EFE
15/01/2013 - 17h37

O diretor do programa espacial iraniano, Hamid Fazeli, anunciou nesta terça-feira que seu país deve lançar ao espaço um foguete com um macaco a bordo durante a comemoração do 34º aniversário do triunfo da revolução islâmica, celebrado entres os dias 1º e 11 de fevereiro.

Em declarações divulgadas pela agência de notícias iraniana "Mehr", o responsável explicou que o lançamento faz parte de um ambicioso projeto nacional que tem como objetivo pôr em órbita um homem em um período que oscila entre cinco e oito anos.

A este respeito, Fazeli esclareceu que já concluíram os testes finais para o lançamento da cápsula com um ser vivo e explicou que "os macacos que serão enviados ao espaço estão em quarentena".

07.fev.2011 - Vahidreza Alaii/Reuters
Cápsula desenvolvida pelo Irã para levar animais
vivos para o espaço, apresentada em fevereiro de 2011

Além disso, detalhou que com o envio desse foguete, chamado "Pishgam", pode-se revisar a localização do ser humano, a vibração do peso e outras áreas da presença humana no espaço.

Em anos anteriores, o Irã já lançou ratos, insetos e outras pequenas formas de vida ao espaço como parte de seu projeto.

Fazeli informou, além disso, que durante os mesmos dias também será colocado em órbita outro satélite de pesquisa, que faz parte de um projeto estudantil batizado "Sharif Sat" e que estará no espaço até o fim do atual ano persa, que acaba em 21 de março.

O programa espacial iraniano é visto com suspeita pelas grandes potências, uma vez que algumas das aplicações para o lançamento de satélites servem também para melhorar o sistema dos mísseis balísticos.


Fonte: Jornal “Folha de São Paulo” - 15/01/2013

Comentário: Pois é leitor, até mesmo o Irã, que vive dificuldades enormes de boicote internacional ao seu programa espacial, irá colocar um macaco no espaço, feito também alcançado pelos argentinos no início dos anos 70, apesar de ter sido em um voo suborbital. Enquanto isso numa republiqueta sul-americana verde e amarela, governada por uma presidente populista com cara de personagem de filme de terror, o máximo que se conseguiu fazer em 52 anos nessa área de pesquisa  foi colocar no espaço (num voo suborbital) um experimento com planárias (vermes) durante a realização da “Operação São Marcos”, lançada do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) em 15/03/1999 através de um foguete VS-30. Infelizmente essa é a nossa realidade.

Comentários

  1. Não somente enviarão o macaco mas também querem enviar um homem entre 5 à 8 anos... ah Dilma, está deixando o bonde passar.

    Acho que teremos que deixar de nos comparar aos BRIC e começar a colocarmo-nos aos nível de outros programas mais humildes como a da Coreia do Sul e do Irã.

    Quem sabe o SARA consiga ser projetado futuramente para enviar um macaco, e se acontecer será pela altura em que o Irã estará enviando seu primeiro homem. O fato é que isso também não parece estar em pauta visto que não temos ainda planeado qualquer voo tripulado para humanos, então não faz sentido nem enviar o macaco.

    Tentando prever quanto peso um foguete brasileiro teria que impulsionar para acoplar uma cápsula tripulada na ponta (sabendo que a Cápsula Mercury tinha um peso de 1350 quilos), podemos ver que nem o VLS-Alfa nem o Beta poderiam cumprir esse sonho (mesmo que com a tecnologia atual pudesse fazer a cápsula um pouco mais leve). O Brasil só poderá pensar nisso a partir da próxima década.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aumentar o tamanho do foguete é tarefa fácil e rápida. O duro é dominar a tecnologia de telemetria, combustível líquido, motores, instrumentos e sensores, etc. Quando o VLS e os centros de lançamento estiverem prontos e existir pessoal treinado, tudo mais será mais rápido. O duro é vencer as barreiras do clube espacial. O Brasil deveria criar um segundo clube com Africa do Sul, India, Irã, Coraia do Sul, México, Argentina, Venezuela, etc.

      Excluir
  2. Acho que vou lançar uma teoria...

    Talvez a carga útil que cada país consegue enviar ao espaço, tenha a ver com a qualidade dos seus respectivos "governos".

    É algo a ser avaliado.

    ResponderExcluir
  3. Duda e PessoAll,

    Seguindo a dica de alguém que preferiu não se identificar num artigo anterior, efetuei o meu cadastro no site da GLOBO e postei uma sugestão.

    Algumas dicas: O cadastro é meio sacal, pergunta um monte de informações, parece coisa do IBGE, mas nada impossível. No meu caso, bem na última tela, depois de aparecer aquela mensagem de "aguarde", deu um erro, mas o e-mail de confirmação chegou, e clicando nele tudo funcionou.

    Se outros aqui do Blog quiserem fazer o mesmo, sugiro que o façam no mesmo padrão, pois acredito que se uns 100 de nós sugerirem uma mesma reportagem no mesmo programa, temos mais chances de ter sucesso no pedido.

    Infelizmente, não salvei o texto, mas segue a ideia geral:

    Depois de confirmada a sua inscrição (link do email), vai aparecer uma tela dizendo que está tudo certo e que você está logado.
    Feito isso, basta clicar no texto "Fale com a Globo", no canto superior direito.
    Vai aparecer uma tela para que você selecione o programa e digite o seu texto.
    A minha sugestão para que todos acompanhem é:
    Programa: FANTÁSTICO
    Data de exibição: deixe em branco
    Quadro: BRASIL QUEM PAGA É VOCÊ
    Motivo: SUGESTÃO PARA REPORTAGEM
    Mensagem: Aqui, eu coloquei um texto sugerindo uma reportagem sobre o PEB, mas ressaltando que era no sentido inverso, ou seja, quando a falta de recursos, que gera problemas como a fatídica explosão de 2003. Também mencionei o foguete poluidor ucraniano que estamos financiando.

    Se cada um fizer o mesmo, acredito que temos chance de aproveitar essa série, a meu ver uma das melhores, para chamar a atenção para o descaso desses governos com uma coisa tão importante como o nosso programa espacial.

    É isso. O site é esse aqui:

    FALE COM A REDE GLOBO

    Att.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei uma boa idéia, então deixei o meu parecer também.

      Excluir
  4. Bom, eu já fiz a parte que cabe, me cadastrei e fiz as sugestões, pedi que fizessem uma explanação completa do PEB.
    Sugiro que todos façam o mesmo, é mais simples do que parece.

    Abraço a todos.

    ResponderExcluir
  5. dá pra enviar um macaco ao espaço com o cyclone 4...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá João Paulo!

      Respondendo a sua pergunta daria sim, bastaria desenvolver uma cápsula como essa dos iranianos. Entretanto amigo, esquece de ficar arrumando opções para o Cyclone-4, pois esse foguete é uma tremenda furada, além de não ser brasileiro como disse o leitor Bobdirlei no comentário abaixo.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
  6. Mas o cyclone 4 não é brasileiro...

    ResponderExcluir
  7. com os constantes boicotes do governo ao vls acho mais fácil uma parceria com a ucrânia ...apenas isso. vai saber o que se passa na cabeça de dilma e cia né

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial