Bolsistas do CsF Recebem Pagamento de Adicional

Olá leitor!

Segue mais um capítulo esse publicado ontem (17/01) no site do jornal “Folha de São Paulo” sobre o imbróglio do CAPES com os bolsistas do programa Ciência sem Fronteiras locados em Londres e outras cidades do mundo.

Duda Falcão

CIÊNCIA

Bolsistas do 'Ciências sem Fronteiras'
Recebem Pagamento de Adicional

FLÁVIA FOREQUE
DE BRASÍLIA
17/01/2013 - 18h46

A Capes realizou nesta semana depósito para pagamento de ajuda de custo para bolsistas do programa "Ciência sem Fronteiras" que estudam em cidades "caras" no exterior.

O pagamento foi informado aos alunos na última segunda-feira e já está disponível na conta dos estudantes.

A quantia foi prometida aos alunos em agosto e até agora não havia sido depositada.

Reportagem da Folha publicada semana passada mostrou que, diante do atraso, a (UEL) University of East London encaminhou email aos 35 brasileiros do programa matriculados na instituição oferecendo um "empréstimo emergencial" de 500 libras (R$ 1.633).

Estudantes relataram à Folha que o valor previsto era de 400 libras (R$ 1.305) por mês --a dívida da Capes com cada um dos estudantes chegava a 2.000 libras (R$ 6.531).

Procurada na ocasião, a Capes informou que o pagamento seria realizado até fevereiro, mas a presidente Dilma Rousseff cobrou resposta até o final desta semana.


Fonte: Site do Jornal Folha de São Paulo - 17/01/2013

Comentário: Olha aí, rapidinho D. Dilma, mas queremos também saber quanto ao VLS que a senhora e sua trupe pelo terceiro ano consecutivo boicotou, e o Diretor do DCTA em entrevista ao programa “FAB pela FAB” da FAB TV lavou as mãos dizendo que: “se os recursos chegarem conforme são necessários, nós temos tudo preparado para que o lançamento aconteça no final de 2013”. Em outras palavras presidenta, o diretor do DCTA jogou a bola para senhora e a senhora vai bater uma bolinha com ele, ou continuará ignorando-o?

Comentários

  1. Duda,

    Infelizmente vou ser obrigado a discordar de você mais uma vez...

    É completamente impossível que esses dois "batam uma bolinha", por um motivo muito simples!

    A TOTAL AUSÊNCIA DE BOLAS !!!

    De um lado é uma questão de gênero, e do outro "lavar as mãos", não é exatamente a atitude que eu esperava de um Tenente Brigadeiro do Ar.

    Esse é mais um problema do envolvimento militar no programa, pois deles eu até entendo, por uma questão de regimento, leis e até constituição, no nosso regime devem obediência meio que irrestrita à "ComandantA" suprema.

    Então é o máximo que eles podem fazer "lavar as mãos". E assim vamos indo, sem bolas, sem dinheiro e sem lançador.

    Trágico.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial