Asteroide Com Até 160 Metros Passará Próximo à Terra na Semana Que Vem

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postada ontem (23/08) no site da "Revista GALILEU”, destacando que segundo a NASA um Asteroide com até 160 metros passará próximo a Terra na semana que vem.

Duda Falcão

CIÊNCIA – ESPAÇO - ASTEROIDE

Asteroide Com Até 160 Metros Passará
Próximo à Terra na Semana Que Vem

Pesquisadores da NASA afirmam que o corpo rochoso batizado
de 2016 NF23 viaja a uma velocidade de 32,4 mil km/h

Por Redação Galileu
23/08/2018 - 14h08
Atualizado às 14h0808

(Fotos: Divulgação/NASA)
Foto de um asteroide.

Grandes objetos espaciais que se aproximam da Terra despertam a preocupação de astronômos em todo o planeta, que realizam um monitoramento cuidadoso de sua trajetória. De acordo com a NASA, o próximo asteroide que estará em nossa vizinhança viaja a uma velocidade de 32,4 mil quilômetros por hora e tem um tamanho estimado entre 70 e 160 metros de largura.

O objeto rochoso se aproximará da Terra na próxima semana, mas manterá uma distância considerada segura: estará a 4,9 milhões de quilômetros, o equivalente a 13 vezes a distância entre a Lua e nosso planeta.

Batizado de 2016 NF23, o asteroide foi categorizado como "objeto potencialmente perigoso" por conta de sua trajetória estar relativamente nas imediações da Terra — fazendo parte de um grupo conhecido como "asteroides Aten". De acordo com os pesquisadores da NASA, no dia 29 de agosto (quarta-feira) ele chegará ao ponto mais próximo de nosso planeta.

Trajetória do asteroide de acordo com projeção da NASA.

A NASA já tem planos definidos para destruir asteroides que ameaçem a Terra: uma nave espacial desenvolvida especialmente para colidir contra o objeto seria uma das possibilidades. Atacar o corpo rochoso com armas nucleares (ao melhor estilo 'Armageddon') também é um plano que não está descartado. 

Um dos asteroides com maior potencial de atingir nosso planeta é conhecido como 101955 Bennu: a chance do choque acontecer é de uma em 2,7 mil, com data prevista para a possível colisão em 2135. Para prevenir o desastre, a NASA lançou a sonda OSIRIS-REx, que coletará maiores informações do asteroide.


Fonte: Site da Revista Galileu - 23/08/2018 - http://revistagalileu.globo.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022