Governo Fecha Proposta do Satélite SGB

Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria publicada ontem (23/09) no site “www.teletime.com.br” destacando que o governo fechou a proposta do Satélite Geoestacionário Brasileiro (SGB).

Duda Falcão

POLÍTICA

Governo Fecha Proposta de Satélite
Geoestacionário Brasileiro

Sexta-feira, 23 de setembro de 2011 - 17h57

O governo concluiu a proposta de lançamento de um satélite geoestacionário nacional em reunião realizada nesta sexta, 23, no Ministério da Ciência e Tecnologia e Inovação. A informação é do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo. Os recursos para o projeto serão da ordem de R$ 716 milhões, conforme previsto no Plano Plurianual que em agosto foi enviado para votação do Congresso.

Participaram da reunião o presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), Marco Antônio Raupp, o presidente da Telebrás, Caio Bonilha, o secretário de Produtos de Defesa do Ministério da Defesa, Murilo Barboza, o ministro da Ciência Tecnologia e Inovação, Aloízio Mercadante, além de Paulo Bernardo e do diretor do departamento de banda larga do Minicom, Arthur Coimbra. "Acreditamos que possamos levar o projeto à presidenta na próxima semana", disse Bernardo na saída do encontro. Mantido o cronograma com o qual trabalha o Minicom o lançamento acontece em 2014.

O satélite nacional é uma demanda antiga, principalmente das Forças Armadas, que hoje contrata serviços satelitais de empresas privadas. O satélite brasileiro também teria capacidade de ajudar no controle do tráfego aéreo e alguma capacidade disponível para uso comercial a ser gerida pela Telebrás.

Reformulação

O governo estuda ainda uma reformulação no Programa Espacial Brasileiro. A proposta, que teria sido levada ao ministro Aloizio Mercadante pelo presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), Marco Antônio Raupp, prevê a fusão da AEB com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e, assim, a criação de um novo órgão para comandar o programa. Tal reformulação, contudo, ainda não está fechada dentro do governo.

Evento

A estratégia do governo para o projeto do satélite nacional e sua integração com o Plano Nacional de Banda Larga são tema do Congresso Latino Americano de Satélites, organizado pela Converge Comunicações e pela revista TELETIME nos dias 6 e 7 de outubro, no Rio de Janeiro. Estão confirmados no evento representantes do Ministério das Comunicações (Maximiliano Martinhão, secretário de telecomunicações), Anatel (Jarbas Valente, conselheiro) e representantes das Forças Armadas, além dos principais executivos das operadoras de satélite que operam no Brasil. Mais informações pelo site www.convergecom.com.br/eventos ou pelo telefone 0800 77 15 028.



Comentário: Lançamento desse satélite em 2014? Pago pra vê ministro Paulo Bernardo torcendo que o senhor tenha força política para realizar algo assim, já que esse satélite é de extrema necessidade para a segurança de nosso país. Entretanto, do jeito que as coisas são feitas no Congresso não acredito nessa possibilidade e a minha aposta otimista seria por volta de 2020, quando provavelmente outros ministros estarão colhendo os louros por esse feito. Boa sorte.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial