Ministro Retoma Plano para ‘Desmonte’ do INPE em S. José

Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria postada hoje (10/08) no site do jornal “O VALE”, destacando que o ministro Marco Antônio Raupp irá retoma o plano para “Desmonte” do INPE em S. José dos Campos.

Duda Falcão

Home

Ministro Retoma Plano para ‘Desmonte’
do INPE em S. José

Protesto deve marcar hoje cerimônia de aniversário
após governo retomar estudo que pode ‘fatiar’
o instituto e desvincular principais órgãos

Chico Pereira
São José dos Campos
10 de Agosto de 2012 - 02:00

Foto: Thiago Leon

O INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), em São José dos Campos, recebe hoje o ministro Marco Antonio Raupp (Ciência, Tecnologia e Inovação) em clima de apreensão por conta dos projetos em estudo para a reestruturação do programa espacial.

Estudo do ministério prevê a transferência de setores considerados estratégicos do instituto para outras esferas do governo federal.

Para o SindCT (Sindicato Nacional dos Servidores Públicos Federais na Área de Ciência e Tecnologia do Setor Aeroespacial), a proposta esvazia as atividades e o papel do INPE no setor espacial no país.

Segundo o sindicato, Raupp planeja transferir o setor de engenharia e tecnologia espacial para a AEB (Agência Espacial Brasileira).

O setor é responsável por projetos e construção de satélites no país e um dos que tem maior dotação financeira no instituto.

Ainda segundo a entidade, o projeto contempla a transferência do CPTEC (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos) e o Centro de Ciência e Sistema Terrestre, que desenvolve estudos sobre mudanças climáticas globais, entre outros projetos, para o Ministério da Agricultura e Abastecimento, no qual ficariam subordinados ao INMET (Instituto Nacional de Meteorologia).

A preocupação tem como base portaria conjunta editada pelos dois ministérios em julho, que criou um Grupo de Trabalho Interministerial para avaliar, entre outros pontos, a integração institucional do CPTEC e INMET, conforme relatório elaborado em 2004 pelas pastas.

“As propostas do ministro representam o desmonte do INPE. O setor de engenharia, por exemplo, é o que mais verba possui e é o responsável pelos contratos para a construção de satélites”, disse o vice-presidente do sindicato, Fernando Morais.

Manifestação - Raupp visita hoje o INPE para participar da festa de 51 anos de criação da instituição. Também estará presente ao evento o presidente da AEB, José Raimundo Coelho, amigo e homem de confiança de Raupp.

O SindCT convocou servidores para uma manifestação na portaria do LIT (Laboratório de Integração e Testes), onde acontecerá a festa, contra os planos do ministro. “Queremos esclarecimentos sobre as mudanças que o ministro quer impor ao INPE”, disse Morais.

Fusão - No ano passado, quando ainda presidia a AEB, Raupp iniciou estudos para a reestruturação do Programa Espacial Brasileiro. Um dos pontos previa a fusão do INPE e da AEB.

A proposta enfrentou forte resistência na comunidade do INPE e foi um dos motivos que levaram Gilberto Câmara, ex-diretor da instituição, a deixar o cargo dois anos antes do término do mandato.

Ao assumir a pasta da Ciência, Tecnologia e Inovação no começo de 2012, Raupp ‘desengavetou’ a proposta.

Outro lado. Ontem, o MCTI não se manifestou.

Servidores Relatam Clima de Apreensão com o Futuro

São José dos Campos - A proposta do MCT para a reestruturação geral do INPE preocupa os servidores da instituição em São José.

Segundo relato de funcionários, o assunto é tema de conversa em todos os setores do instituto.

Entre os rumores que circulam no campus do INPE é que o ministro Marco Antonio Raupp também almejaria acabar com os cursos de pós-graduação da área de engenharia.

“Há uma preocupação geral entre os servidores”, disse Mário Baruel, tecnologista e funcionário do INPE há 34 anos.

Ele relatou que a comunidade do INPE estranha o fato de o assunto até agora não ser debatido entre a comunidade.

“O que preocupa é que a comunidade até agora não foi consultada sobre as propostas que estão sendo divulgadas”, afirmou o servidor.

“Entre os funcionários, a preocupação é com a possibilidade de esvaziamento do INPE e do atrelamento do instituto à AEB (Agência Espacial Brasileira)”, disse ele.

Carta - No final de julho, o Sindicato Nacional dos Servidores Públicos Federais na Área de Ciência e Tecnologia do Setor Aeroespacial encaminhou uma carta para a presidente Dilma Roussef (PT) pedindo transparência na decisão de subordinar o INPE à Agência Espacial Brasileira.

A carta, elaborada durante um debate sobre a questão, foi entregue ao deputado federal Ricardo Berzoini (PT-SP), que ficou encarregado de levar o documento à presidente.


Fonte: Site do Jornal “O VALE” - 10/08/2012 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial