INPE Homenageia Servidores na Cerim. de seu Aniversário

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada ontem (14/08) no site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) destacando os servidores do instituto homenageados durante a cerimônia em comemoração ao 51º Aniversário do mesmo.

Duda Falcão

INPE Homenageia Servidores

Terça-feira, 14 de Agosto de 2012

É tradição no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) homenagear, durante a cerimônia de seu aniversário, os servidores que mais se destacaram no decorrer do último ano em suas diversas áreas. Para escolher seu “Servidor Destaque”, cada coordenação observa critérios como competência, habilidade na tomada de decisões, capacidade de iniciativa, interesse pelas atividades, dedicação e eficiência.

Ao comemorar 51 anos, em solenidade realizada no auditório do LIT no último dia 10, o INPE prestou sua homenagem aos servidores relacionados a seguir em ordem alfabética.

Carlos Felipe Soriano Freire, da Coordenação de Engenharia e Tecnologia Espacial (ETE). No INPE desde 1985, o tecnologista desempenha o papel de responsável técnico do subsistema de Suprimento de Energia de importantes satélites brasileiros desenvolvidos pelo Instituto, como o SCD-1, SCD-2 e CBERS. Desde 2006 exerce a função de arquiteto elétrico do programa CBERS e, desde 2011, atua como chefe de engenharia de sistemas do satélite Amazônia-1, onde tem aportado importante contribuição para o seu desenvolvimento. Além do seu forte envolvimento nos programas de satélite do INPE, Felipe exerce também liderança técnica no Grupo de Suprimento de Energia da Divisão de Eletrônica Aeroespacial, onde transmite com entusiasmo aos engenheiros mais jovens todo o conhecimento e experiência acumulada ao longo de sua carreira na instituição.

Ezequiel Echer, da Coordenação de Ciências Espaciais e Atmosféricas (CEA). Doutor em Geofísica Espacial, é pesquisador da CEA desde 2002. Realizou seu pós-doutorado no Instituto Max Planck para Pesquisas do Sistema Solar, na Alemanha, em 2005. Possui experiência na área de Geofísica Espacial, com ênfase em Física do Meio Interplanetário e Física de Plasmas Espaciais. É bolsista de produtividade 1C do CNPq e já publicou 110 artigos científicos em revistas arbitradas, destacando-se como pesquisador de alto nível. Tem participado intensamente das atividades do Programa de Pós-graduação em Geofísica Espacial como orientador e membro do Conselho. O Dr. Ezequiel atua principalmente nos seguintes temas: física do meio interplanetário, física de magnetosferas planetárias, origem solar e interplanetária de tempestades geomagnéticas, ondas de plasma na heliosfera e em magnetosferas planetárias.

Carlos Alberto Villarta Fuliene, da Coordenação de Gestão Interna (CGI). Atualmente chefe do Serviço de Engenharia e Manutenção (SEM), Fuliene é graduado em Engenharia Civil e atua no INPE há 25 anos, sendo 20 no Laboratório de Integração e Testes (LIT) e 5 no SEM. O tecnologista destaca-se pela excelência no gerenciamento de obras do CEA2 e CTE2, entregues antes do previsto no cronograma, bem como a obra do prédio do CST, a ser entregue em 2013, também com cronograma adiantado e qualidade indiscutível.

Homero Anchieta Furquim de Souza, do Laboratório de Integração e Testes (LIT). Com graduação em Engenharia Mecânica pela Escola de Engenharia da USP de São Carlos e especialização em Dinâmica Estrutural e Controle no ITA, o tecnologista Homero atua na área de ensaios do LIT desde 1997. Dentre as inúmeras missões e programas por ele atendidos, destacam-se os vários modelos do CBERS, atividade que culminou com a atribuição recente de representante do LIT para ensaios dinâmicos do CBERS-3 na China. Além de sua experiência com o CBERS, Homero também participou de todas as campanhas realizadas junto à Argentina, a começar do SAC-B, indo até a recente campanha do SAC-D/Aquarius, a mais complexa campanha de testes já conduzida pelo LIT. Sua contribuição tem sido fundamental para a eficiência e eficácia do laboratório e seu potencial de liderança emana fundamentalmente de sua capacidade técnica, como convém a uma organização fundada no conhecimento, na habilidade e na prática.

Manoel Antonio da Silva, da Coordenação de Tecnologia da Informação e Execução Orçamentária e Financeira (CTO). Bacharel em Ciências Econômicas, Manoel atua como assistente no INPE desde 1985. No CTO, desenvolve com excelência as atividades de análise de planilhas de custo e formação de preços, repactuação e reequilíbrio econômico de contratos, reajustes e controle de contratos, análise e lançamento de notas fiscais para pagamentos, entre outras. Destaca-se pelo seu empenho e comprometimento profissional com o INPE ao longo dos anos de trabalho.

Maria Goretti Vieira da Silva Castro, da Coordenação dos Centros Regionais (CCR). Analista em Ciência e Tecnologia e chefe do Serviço Orçamentário e Financeiro do Centro regional do Nordeste (CRN) do INPE, Maria Goretti é graduada em Ciências Contábeis pela Faculdade Unificada para o Ensino das Ciências (UNIPEC) e especializada em Auditoria. Tem atuado no INPE desde 1980, sendo inquestionável a sua conduta exemplar quanto ao zelo e correção com processos e procedimentos relativos a bens e recursos públicos, que são o foco da sua área de atuação. Ao longo de sua carreira no instituto, participou ainda de Comissões Permanentes de Licitação, foi representante da FIPECq na unidade do INPE/NT-FZ e exerceu atividades na área de Recursos Humanos. Deve-se destacar também a sua fundamental participação na regularidade e aprovação de todas as contas da unidade gestora pelos órgãos de controle.

Maurício Gonçalves Vieira Ferreira, do Centro de Rastreio e Controle de Satélites (CRC). Tecnologista, é graduado em Tecnologia em Processamento de Dados e Administração de Empresas, tendo mestrado e doutorado em Computação Aplicada. Maurício desenvolve suas atividades no CRC na área de pesquisa e desenvolvimento de software para controle de satélites, e também é professor da Pós-graduação do Instituto no curso de Engenharia e Tecnologia Espaciais atuando na área de Engenharia e Gerenciamento de Sistemas Espaciais). É membro do comitê internacional para padronização de software na área espacial (CCSDS) e do comitê organizador do congresso internacional na área espacial SPACEOPS. Também é assessor científico da FAPESP na área de Engenharia de Software. Recentemente, Maurício foi responsável pelo protocolo internacional que será usado para inserção em órbita do satélite Amazônia-1.

Saulo Ribeiro de Freitas, do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC). O pesquisador é chefe da Divisão de Modelagem e Desenvolvimento do CPTEC. Doutor em Física pela Universidade de São Paulo, possui pós-doutorado na NASA Ames Research Center. Atua no INPE há oito anos como pesquisador titular e professor da pós-graduação em Meteorologia e Ciência do Sistema Terrestre, merecendo destaque no desenvolvimento do modelo operacional de qualidade do ar. Tal modelo é reconhecido como a principal contribuição da Meteorologia Brasileira para as ciências atmosféricas e é adotado pela comunidade Europeia como um produto de excelência. Além disso, Saulo Freitas possui uma produção científica das mais altas de toda a comunidade meteorológica nacional e uma forte contribuição à formação de recursos humanos. É também membro do Working Group: Atmospheric Chemistry do sistema numérico Weather Research and Forecasting (WRF) Model e do 'Working Group on Numerical Experiments' (WGNE) do World Climate Research Program e WMO Commision for Atmospheric Sciences.

Simone Redivo, da Coordenação de Planejamento Estratégico e Avaliação (CPA). Analista de Ciência e Tecnologia, Simone atua há 10 anos no Serviço de Programação e Acompanhamento Orçamentário (SPO) da CPA. Sua atuação destaca-se pelo eficiente acompanhamento dos recursos orçamentários, prestando informações de forma atenciosa, relevante e tempestiva aos diversos setores e coordenações do Instituto. Liderou a equipe do SPO em 2012 e, também, participou dos Grupos Temáticos do Planejamento Estratégico do INPE em comissões diversas. Tem Pós-Graduação em Gestão Estratégica da Ciência e Tecnologia em IPPs, pela FGV, e diversos outros cursos relacionados à sua área de atuação.  A escolha de Simone Redivo pela CPA em 2012 presta uma homenagem à dedicação da servidora ao longo de toda a sua trajetória no INPE.

Vladimir Jesus Trava Airoldi, da Coordenação de Laboratórios Associados (CTE). O pesquisador é bacharel em Física pela Universidade de São Paulo, mestre em Física e doutor em Ciências pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Vladimir coordena o Grupo de Diamantes e Materiais Relacionados (DIMARE) do Laboratório Associado de Sensores e Materiais (LAS/CTE), tendo seu trabalho na área recebido grande reconhecimento nacional e internacional. Também é coordenador de projeto de inovação em Ciência e Tecnologia de Pequena Empresa, assessor científico da FAPESP, CNPq e mais 4 FAP’s e professor colaborador da Pós Graduação da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Autor de 10 patentes, sendo duas internacionais, com destaque para aquela que introduziu no mercado a ferramenta de corte com diamante CVD impulsionada por ultra-som, amplamente utilizada na área odontológica, item que lhe concedeu o Prêmio FINEP de Inovação em 2011. Nos seus 20 anos de atuação no instituto foram mais de 150 projetos desenvolvidos com recursos das principais agências de fomento.

Waldir Renato Paradella, da Coordenação de Observação da Terra (OBT). O pesquisador é graduado em Geologia pela Universidade de São Paulo, mestre em Sensoriamento Remoto pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e doutor em Geologia Geral e Aplicações pela Universidade de São Paulo. Possui ainda pós-doutorado pelo CNPq e pela CIDA - Canadian International Develoment Agency no Canada Centre for Remote Sensing (CCRS, Canadá).  Pesquisador nível 1A do CNPq, desenvolve suas atividades na Divisão de Sensoriamento Remoto (DSR) da OBT. Desde 1974 tem colaborado em inúmeros projetos e programas institucionais de aplicações do sensoriamento remoto na área de Observação da Terra, com ênfase em geociências. Desenvolve aplicações inovadoras de SAR em estudos geológicos, cabendo destacar Polarimetria, Radargrametria, e mais recentemente, Interferometria Diferencial. Possui extensa produção técnica e científica além de grande formação de recursos humanos na área.

Willian José Ferreira, do Centro de Ciência do Sistema Terrestre (CST). O técnico é graduado em Física pela Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá (UNESP) e obteve o título de Mestre em Ciências Ambientais pela Universidade de Taubaté em 2011. Desde 2002 atua como técnico no Laboratório Associado de Estudos em Biogeoquímica Ambiental do CST/INPE, onde sua principal atividade está relacionada à pesquisa da química e da física na atmosfera, buscando ampliar a compreensão dos processos naturais e antrópicos que atuam no sistema terrestre. O servidor destaca-se pela sua participação em pesquisas desenvolvidas nas regiões do Pantanal e na Estação Antártica Comandante Ferraz, lugares onde o conhecimento e o compromisso com os resultados tem sua importância elevada.

Dentre esses escolhidos pelas áreas, o INPE selecionou três como representantes de cada carreira para receber placas comemorativas durante a cerimônia. Assim, em 2012, o INPE destacou como Servidor Destaque da Carreira de Pesquisa Ezequiel Echer, da Coordenação de Ciências Espaciais e Atmosféricas (CEA). O Servidor Destaque da Carreira de Desenvolvimento Tecnológico foi Maurício Gonçalves Vieira Ferreira, do Centro de Rastreio e Controle de Satélites (CRC). E a Servidora Destaque da Carreira de Gestão foi Simone Redivo, da Coordenação de Planejamento Estratégico e Avaliação (CPA).

A servidora Simone Redivo ao receber a homenagem
das mãos do diretor Leonel Perondi

O servidor Maurício Ferreira recebe homenagem do diretor


Fonte: Site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Comentário: A apresentação dessa lista de nomes pelo INPE é uma boa oportunidade para o leitor conhecer um pouco melhor a qualificação dos profissionais que hoje atuam (quase que anonimamente para a Sociedade Brasileira) dentro desse importante centro de pesquisas espaciais brasileiro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial