FINEP Assina Convênio no Âmbito do Programa INOVA AERODEFESA Para Execução do Projeto ACDH SAT

Olá leitor!

Diário Oficial da União (DOU) de hoje (30/10) publicou um “Extrato de Convênio” no âmbito do Programa INOVA AERODEFESA, entre a Financiadora de Estudos e Projetos – FINEP, a Fundação de Ciência, Aplicações e Tecnologia Espaciais (FUNCATE), o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), representado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e pela empresa COMPSIS Computadores e Sistemas Indústria e Comércio LTDA, visando à execução do projeto ACDH SAT. Abaixo segue o referido extrato como publicado no DOU.

Duda Falcão

FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS

EXTRATO DE CONVÊNIO

Espécie: Convênio INOVA AERODEFESA 04/2013;
Ref.: 0221/14;
Data da Assinatura: 21/10/2014;
Partícipes - Concedente: Financiadora de Estudos e Projetos - FINEP; CNPJ n. º 33.749.086/0001-09;
Convenente: Fundação de Ciência, Aplicações e Tecnologias Espaciais; CNPJ nº 51.619.104/0001-10;
Executor: Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - INPE; CNPJ n. º 01.263.896/0001-98;
Interveniente Cofinanciador: COMPSIS COMPUTADORES E SISTEMAS INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA; CNPJ n. º 60.480.357/0001-46;
Objeto: "execução do Projeto ACDH SAT";
Valor Total: de até R$ 1.333.200,00 (um milhão, trezentos e trinta e três mil e duzentos reais) destinados ao Convenente por meio de aporte direto;
Outros Aportes: O Interveniente Cofinanciador obriga-se a aportar o valor mínimo de R$ 666.800,00 (seiscentos e sessenta e seis mil e oitocentos reais) sob a forma de recursos financeiros;
Nota de empenho: 2014NE002491, 2014NE002492;
Fonte: Aeronáutico;
Prazo de Vigência e Execução Física e Financeira do Projeto: até 30 (trinta) meses, a partir da data de assinatura do convênio;
Prestação de Contas Final: até 60 (sessenta) dias contados da data do término da vigência.


Fonte: Diário Oficial da União (DOU) – Seção 3 - pág. 16 - 30/10/2014

Comentário: Bom leitor não tenho certeza, mas creio que esse convênio seja para o desenvolvimento e industrialização de um Subsistema de Controle de Atitude e Supervisão de Bordo - Attitude Control and Data Handling (ACDH)” para satélites, muito provavelmente derivado da experiência adquirida pelos pesquisadores do INPE no contrato do ACDH do Satélite Amazônia-1 com a INVAP argentina.

Comentários

  1. Pra não dizerem que foi azar daquela outra, parece que com essa empresa, está tudo certo, e pela atividade dela que consta na receita federal, ela deve desenvolver o software embarcado para o tal sistema de controle de atitude.

    Ela tem o próprio site: COMPSIS.

    E está bem apresentável no Street View do Google Maps.

    Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Marcos, a FINEP e a CENIC continuam em silencio sobre o caso citado por você. País de merda. Estou ficando cheio disto.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial