Ministros Visitam Hoje Instalações do CLA

Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria publicada hoje (28/07) no jornal “O Estado do Maranhão” destacando a visita ministerial a ser realizada pelos ministros da Defesa, Nelson Jobim, das Comunicações, Paulo Bernardo, e de Assuntos Estratégicos, Moreira Franco, ao Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) no dia de hoje.

Duda Falcão

Geral

Ministros Visitam Hoje Instalações do
Centro de Lançamento de Alcântara

Nelson Jobim (Defesa),Paulo Bernardo (Comunicações) e
Moreira Franco (Assuntos Estratégicos) conhecerão os
novos sistemas de modernização do CLA

O Estado do Maranhão
28/07/2011

De Jesus
A nova Sala de Controle do CLA dispõe de equipamentos digitais

Os ministros da Defesa, Nelson Jobim, das Comunicações, Paulo Bernardo, e de Assuntos Estratégicos, Moreira Franco, visitam hoje as instalações do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) para conhecer os sistemas de modernização que estão sendo feitos no CLA com o objetivo de aperfeiçoar as atividades de lançamentos espaciais. Os ministros estarão acompanhados pelo presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), Marco Antônio Raupp, e o diretor do Centro Técnico Aeroespacial (CTA), tenente-brigadeiro do ar, Ailton dos Santos Pohlmann.

Essa é a primeira visita de Marco Antônio Raupp as instalações do CLA desde que assumiu a AEB. Trata-se de uma agenda de rotina, a exemplo do que tem ocorrido em outros centros de pesquisas brasileiros. Ontem, os ministros tiveram um encontro com a governadora Roseana Sarney para tratar sobre a parceria do governo do Maranhão em relação às atividades que são realizadas no centro.

A visita na manhã de hoje ao centro é uma atividade institucional para avaliação periódica das ações que estão sendo realizadas no local. Na ocasião, o diretor do CLA, Ricardo Rangel, vai apresentar as atividades realizadas pelo centro, incluindo o andamento das obras da Torre Móvel de Integração (TMI), que tem previsão de ser concluídas até outubro deste ano, e a inauguração da nova Sala de Controle e da Casamata, locais utilizados para o lançamento e monitoramento dos foguetes.

A reunião servirá também para avaliação das etapas de modernização do centro, que possibilitou aprimorar a precisão nos lançamentos e preparar o CLA para atividades de maior complexidade envolvendo foguetes de grande porte, como o VLS, cujo primeiro vôo de qualificação está previsto para o próximo ano. Em 2012, também está previsto o lançamento do foguete Cyclone-4 pela empresa Alcântara Cyclone Space (ACS), uma parceria dos governos do Brasil e da Ucrânia.

Modernização – A Sala de Controle, que será inaugurada hoje, faz parte do programa de modernização do CLA, que começou a ser concretizada a partir de 2008 com a substituição de equipamentos analógicos. Essa modernização foi empregada ainda na Casamata, no Sistema de Radar e no Setor de Meteorologia.

Na Sala de Controle, onde acontece o acompanhamento de todas as etapas de uma operação de lançamento, bem como segurança de vôo, telemedidas e localização, ocorreu a substituição de todos os sistemas analógicos para digital. Toda comunicação de dados é feita atualmente por fibra ótica para evitar interferências.

No ano passado com o lançamento de um VSB-30, transportando carga útil, da Sala de Controle foi possível acompanhar a parte interna do foguete por meio de uma câmara colocada dentro da carga útil. Os novos sistemas da Sala de Controle são considerados os mais evoluídos tecnologicamente, proporcionando maior segurança nas operações de lançamento e eliminando qualquer possibilidade de sabotagem.

Além da Sala de Controle, o CLA adquiriu equipamentos, sendo o mais recente um sistema de perfiladores de vento que dispõe de tecnologia que permite uma nova dinâmica na avaliação dos ventos verticais.

Com relação às obras da Torre Móvel de Integração, as etapas estão bem adiantadas. Com a estrutura completamente concluída, a fase atual é de teste dos equipamentos eletrônicos e acabamento da integração dos sistemas de comunicação da TMI com a Casamata.


Fonte: Jornal “O Estado do Maranhão” – pág. 07 – 28/07/2011

Comentário: Como disse em meu comentário na nota anterior, não acredito que seja uma viagem significativa e sim de rotina e mais relacionada à mal engenhada empresa ACS. Agora dizer que as obras da TMI estão adiantadas é querer esconder um dos grandes problemas do Programa Espacial Brasileiro, ou seja, o não cumprimento de prazos, principalmente por se tratar de um setor que se exige dinamismo. A inauguração da TMI estava prevista para outubro do ano passado, passou para dezembro, depois para Junho desse ano, depois para julho e agora para outubro e só Deus sabe onde isso vai parar. Vale lembrar que após a sua inauguração estava previsto a fase de teste com uma maquete em tamanho real do VLS-1 para preparar as equipes envolvidas com a operação, fase essa que deve levar alguns meses e com esse atraso o vôo do VLS-1 XTV-01 provavelmente está ameaçado de não acontecer mais em 2012. Em outras palavras leitor, deve estar faltando recursos financeiros nesse programa chamado de estratégico pelo senhor Mercadante e pela presidente DILMA. Uma vergonha. Agradecemos uma vez mais ao leitor maranhense Edvaldo Coqueiro pelo envio desse matéria ao blog.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Rússia Oferece ao Brasil Assistência no Desenvolvimento de Foguetes