IAE/EMGEPROM Desfazem Convênio de Propulsão Líquida

Olá leitor!

O Diário Oficial da União (DOU) de hoje (12/07) publicou um extrato de denúncia entre o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e a Empresa Gerencial de Projetos Navais – EMGEPRON relativo ao convênio para o desenvolvimento conjunto de tecnologia de sistemas propulsivos a propelente líquido. Abaixo segue o extrato como publicado no DOU.

Duda Falcão

EXTRATO DE DENÚNCIA

Termo de Denúncia de: Convênio nº 010/IAE/2007;
Participes: Instituto de Aeronáutica e Espaço - IAE e a Empresa Gerencial de Projetos Navais - EMGEPRON;
Objeto: O desenvolvimento conjunto de tecnologia de sistemas propulsivos a propelente líquido;
Finalidade: Termo de Denúncia Amigável ao Convênio;
Justificativa: Em razão do desinteresse do IAE pela sua continuidade devido a complexidade técnica do projeto que gerou correções do Plano de Trabalho com alongamento dos prazos das fases;
Data de Assinatura: 13 abr 2011;
Assinaturas: pelo IAE: Brig Eng Francisco Carlos Melo Pantoja - Diretor do IAE e pela EMGEPRON: V Alte (RM1) Marcelio Carmo de Castro Pereira - Diretor-Presidente da EMGEPRON. (Ofício nº154/ DI- L/ GIA- SJ/ 11).


Fonte: Diário Oficial da União (DOU) - pág. 16 - 12/07/2011

Comentário: Esse convênio entre o IAE e a EMGEPRON foi estabelecido em 2007 para o desenvolvimento conjunto de partes do motor-foguete a propulsão líquida L75. Entretanto, me parece que o convênio nunca funcionou adequadamente e esse destrato de agora só foi para tornar oficial o que já não existia há tempos. Sinceramente não sei se o convenio acrescentou algo de positivo para o desenvolvimento desse motor, ou só se foi dinheiro e tempo perdido em seu desenvolvimento.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial