Curso do INPE para Profissionais do Setor Hidrológico

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (15/07) no site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) destacando que profissionais do setor de hidrológico podem se inscrever no “Curso à Distância Sobre Meteorologia por Satélite”.

Duda Falcão

Profissionais do Setor Hidrológico Podem
se Inscrever no Curso à Distância
Sobre Meteorologia por Satélite

Sexta-feira, 15 de Julho de 2011

De 25 a 27 de julho, será realizado o Curso de Meteorologia por Satélite aplicada à Hidrologia. As aulas serão ministradas à distância, de forma interativa e em tempo real, utilizando a ferramenta didática Moodle.

Promovido pelo Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC/INPE), o curso irá auxiliar os profissionais da hidrologia a entender melhor os produtos derivados dos sensores remotos, na administração e planejamento das atividades de previsão e controle de enchentes e inundações.

O treinamento é especialmente dirigido a hidrólogos, hidrometeorologistas, geólogos, hidrogeólogos, ambientalistas e todos os profissionais envolvidos no gerenciamento dos recursos hídricos.

Introdução ao Sensoriamento Remoto, Radiação, Estimativa de Precipitação e Número de Dias sem Chuva, Produtos de Radar Meteorológico e Descrição dos Modelos da Superfície Continental (LSMs) e sua aplicação na assimilação de dados de superfície, serão as aulas ministradas por Carlos Frederico de Angelis, Daniel Alejandro Vila, Jojhy Sakuragi, Juan Carlos Ceballos, da Divisão de Satélites e Sistemas Ambientais (DSA), e por Luis Gustavo Gonçalves de Gonçalves, da Divisão de Modelagem e Desenvolvimento (DMD), do CPTEC/INPE. Baldemar Mendez Antonio, da Universidade Autônoma Metropolina, do México, ministrará a disciplina Modelo Hidrológico Operacional alimentado com dados de Satélite.

A programação completa, o acesso à sala virtual e os procedimentos de inscrição estão disponíveis na página: http://cursos.cptec.inpe.br/meteorologia-hidrologia


Fonte: Site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial