Roberto Amaral Ganha Vaga na Itaipu e no BNDES

Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria postada hoje (28/03) no site do jornal “O Estado de São Paulo” destacando que o exonerado Roberto Amaral da ACS ganha vaga na Itapu e no BNDES.

Duda Falcão

Roberto Amaral Ganha
Vaga na Itaipu e no BNDES

João Domingos
Agência Estado
28 de março de 2011 - 17h32

Exonerado da direção-geral da Alcântara Cyclone Space (ACS), o vice-presidente do PSB, Roberto Amaral, foi duplamente compensado. Passará a integrar os conselhos de administração de Itaipu Binacional e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Deverá receber R$ 18 mil por mês - R$ 13 mil por Itaipu e R$ 5 mil pelo BNDES.

Antes de nomear Roberto Amaral para o conselho de administração de Itaipu e do BNDES, a presidente Dilma Rousseff havia exonerado o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, dos conselhos de administração das duas estatais. No BNDES, o lugar de Bernardo foi preenchido pela ministra do Planejamento, Miriam Belchior. No caso de Itaipu, pelo vice-presidente do PSB.

Enquanto aguarda a nomeação de um titular para a direção da ACS, a estatal será comandada por Reinaldo José de Melo, um técnico da empresa. A ACS é uma binacional brasileira/ucraniana criada durante o governo de Luiz Inácio Lula da Silva para atuar no Centro de Lançamento de Foguetes de Alcântara, no Maranhão. Pelo acordo, a Ucrânia fornece o foguete e o Brasil à base para que seja enviado ao espaço.

Acontece que todo o cronograma de funcionamento da ACS e do lançamento de foguetes está atrasado por culpa dos dois países envolvidos. A Ucrânia tem atrasado seus investimentos e o Brasil ainda não deu conta de terminar a infraestrutura do projeto. Há uma previsão de que em 2012 seja lançado o primeiro foguete, denominado Cyclone 4. O projeto inicial foi orçado em R$ 1 bilhão.


Fonte: Site do Jornal O Estado de São Paulo - 28/03/2011

Comentário: Veja você leitor como a forma de fazer política no Brasil é danosa para a nossa sociedade. O senhor Roberto Amaral só fez macacada quando era ministro da Ciência e Tecnologia e mais ainda durante a sua gestão como diretor-geral da mal engenhada ACS e ainda assim é beneficiado com um salário de R$ 18 mil, quando o salário mínimo do brasileiro não chega nem a 5% disto. Tudo por conta de acordo político devido o senhor Amaral ser o vice-presidente do PSB, um dos partidos de sustentação da base governista no Congresso. A conhecida política do toma lá dá cá. Uma vergonha!

Comentários

  1. Nossa, não sei por que não fico mais chocado com tanta noticia de mal administração e incompetencia, salario de 18 mil para fazer parte de um conselho, dar palpite, projeto do Cyclone 4, que o Brasil não vai servir para nada no desenvolvimento tecnologico e evolução espacial para o Brasil, infelizmente o povo merece o governo que tem, o povo é muito comodista e aceita tudo, aceita aumento de impostos, acho que é questão cultural, não tem jeito de mudar, só se mudar a cultura, fico chateado...

    Deiverson Silveira

    ResponderExcluir
  2. Pois é Epsilon,

    É por ai mesmo amigo, o problema do Brasil é puramente cultural e reflete em todos os setores da sociedade, e infelizmente para o país também no político. Enquanto não mudarmos nossa cultura, coisas como essas continuarão acontecendo, já que o político é nada mais, nada menos do que fruto do meio onde vive.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial