Conferência Sobre Mudanças Globais Discute Futuro

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (23/03) no site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) destacando que o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Mudanças Climáticas e a Rede CLIMA, sediados no INPE, realizam em abril a “IV Conferência Regional sobre Mudanças Globais: O Plano Brasileiro para um Futuro Sustentável”.

Duda Falcão

Conferência Sobre Mudanças Globais
Discute Futuro Sustentável do País

23/03/2011

O Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Mudanças Climáticas e a Rede CLIMA – sediados no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) – realizam a IV Conferência Regional sobre Mudanças Globais: O Plano Brasileiro para um Futuro Sustentável. O evento, promovido em conjunto com o Instituto de Estudos Avançados da USP, a Academia Brasileira de Ciências e o Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas, será realizado de 4 a 7 de abril no Memorial da América Latina, em São Paulo.

Durante os quatro dias da conferência, serão discutidos os seguintes temas: Negociações Internacionais, Confiabilidade dos Cenários Climáticos, Conservação da Biodiversidade, Agricultura e Segurança Alimentar, Energias Renováveis e Não Renováveis, Segurança Hídrica, Vulnerabilidade das Áreas Costeiras e Vulnerabilidade das Áreas Urbanas.

Os objetivos da iniciativa são:

1. Discutir o progresso e as incertezas no estudo das causas, magnitude e conseqüências das mudanças globais. Analisar as questões referentes à vulnerabilidade, adaptação e mitigação dos problemas ambientais, sociais, culturais e econômicos advindos das mudanças globais e as bases dos acordos internacionais;

2. Congregar estudantes, cientistas, empresários e profissionais de áreas relacionadas com as pesquisas sobre as mudanças globais em um evento de caráter multi e interdisciplinar, promovendo o intercâmbio de conhecimentos e informações de várias naturezas e o estabelecimento de sinergias, em especial entre as empresas e a academia;

3. Reunir conhecimento científico e sugestões para futuras ações dos tomadores de decisão do governo, das empresas e da sociedade civil em questões associadas às mudanças globais;

4. Fomentar a formulação de políticas públicas que possam rapidamente ser adotadas pelos governos das esferas federal, estadual e municipal, na busca da melhor convivência com os problemas advindos das mudanças globais e, se possível, aproveitar as oportunidades que essas mesmas mudanças possam apresentar.

A conferência é dirigida a profissionais do setor privado, políticos, jornalistas e demais interessados na temática ambiental, professores e pesquisadores de instituições públicas e privadas de ensino e pesquisa. O evento também oferece uma oportunidade para alunos de graduação e pós-graduação atualizarem seus conhecimentos sobre as mudanças climáticas.

O prazo de inscrições pelo site é 28 de março.



Fonte: Site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial