Comunicado Conjunto DILMA/OBAMA

Olá leitor!

Hoje (19/03) durante a visita oficial do presidente dos EUA, Barack Obama a Brasília, foi divulgado um comunicado conjunto de ambos os presidentes.

Diversos setores e assuntos foram abordados neste comunicado conjunto e entre eles a cooperação espacial. Abaixo transcrevemos na íntegra o item deste comunicado que trata da cooperação espacial entre os dois países. (caso o leitor queira ler a declaração na íntegra clique aqui)

Duda Falcão

“Ciência, Tecnologia, Inovação e Cooperação Espacial

Os Presidentes afirmaram que a inovação e o investimento em ciência e tecnologia, bem como o capital humano associado, são as chaves para o crescimento econômico sustentado e a competitividade. Expressaram seu apoio ao trabalho da Comissão Conjunta para Cooperação Científica e Tecnológica, e elogiaram os resultados das Cúpulas de Inovação. Estimularam o incremento da comunicação entre estas iniciativas.

A Presidenta Rousseff saudou a ênfase atribuída pela Política Espacial Norte-Americana à cooperação internacional e expressou o desejo de expandir o diálogo com os Estados Unidos, tendo em mente as diretrizes das políticas espaciais brasileiras, voltadas para a construção da capacidade tecnológica e o uso comercial da infraestrutura e tecnologia.

Nesse contexto, congratularam-se com a assinatura do novo Acordo-Quadro Bilateral para Cooperação sobre os Usos Pacíficos do Espaço Exterior, e expressaram o desejo de iniciar tratativas para um novo acordo, com vistas a proteger tecnologias de operação de lançamento.

Ademais, afirmaram o compromisso de seus países com a segurança no espaço e decidiram iniciar um diálogo nessa área. Instruíram, igualmente, as agências competentes nos dois países a discutirem o estabelecimento de um Grupo de Trabalho Brasil-Estados Unidos para observação da Terra, monitoramento ambiental, medição de precipitações, e mitigação e respostas a desastres naturais, por satélites, o qual facilitaria o diálogo e a cooperação futura nesses campos.”


Fonte: Ministério das Relações Exteriores (MRE)

Comentários

  1. Se eles não atrapalharem nosso projeto já é um grande negócio.
    Mas creio que nossas parcerias tenham que ser mais efetivas com "poderes menores", o EUA tem um interesse muito grande em manter sua hegemonia no mundo, que está em declínio, e isto faz deles o pior inimigo do nosso desenvolvimento. Em contrapartida, países com "poderes menores" seja emergentes ou potências e subpotências, podem ter mais interesse em equilibrar a balança de poder no mundo.

    ResponderExcluir
  2. Olá brz!

    Pode até ser que os americanos queiram manter sua hegemonia no mundo, coisa que também iríamos querer se estivéssemos no lugar deles. Entretanto, um acordo sério e bem elaborado pode ajudar muito o desenvolvimento de nosso programa espacial. O Acordo-Quadro assinado hoje (veja no blog) generaliza as áreas de cooperação espacial de interesse dos dois países e caberá agora aos diplomatas, servidores é técnicos da NASA e da AEB definirem os projetos conjuntos que serão desenvolvidos após a assinatura desse acordo. Na segunda-feira, durante a posse do novo presidente da AEB, Marco Antônio Raupp, pode ser que algo mais concreto e objetivo seja divulgado.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Bazilian Space)

    ResponderExcluir
  3. Parece que irão terceirizar alguma produção que eles não querem mais, ai dá praquele país do terceiro mundo, que eles irão adorar a produzir isto. Sei lá...não quero ser produtor de parafusos de foguetes.

    ResponderExcluir
  4. Kkkkkkk!

    Tenha calma Ricardo, não é bem assim amigo, afinal do lado de cá tem gente muito competente que identificaria essa pretensão com facilidade. Entretanto pelo o que eu disse em meu comentário anterior esse acordo-quadro só terá algum valor se obter o apoio do "Congresso Americano", caso contrário será mais um papel assinado de cunho político, mais sem qualquer contribuição efetiva.


    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022