Programa da TV Mirante Relembra Acidente com o VLS-1

Olá leitor!

Abaixo uma matéria postada ontem (17/08) no site “G1” do globo.com, sobre a reportagem do "Programa Repórter Mirante" da TV Mirante de São Luis, relembrado o acidente do VLS-1 em 2003. Convido você a assistir, vale a pena conferir.

Duda Falcão

MARANHÃO

Relembre a Explosão do VLS, Um dos
Maiores Acidentes da Corrida Espacial

O acidente na Base Aérea de Alcântara matou 21 pessoas em 2003.
Repórter Mirante mostrou o projeto após uma década do acidente.

Repórter Mirante
TV Mirante
17/08/2013 - 12h03
Atualizado em 17/08/2013 - 12h41


O Repórter Mirante deste sábado (17) relembrou um dos maiores acidentes da corrida espacial no mundo: a explosão do Veículo Lançador de Satélites (VLS) na base de Alcântara.

O VLS explodiu três dias antes do lançamento oficial. O acidente, em 22 de agosto de 2003, matou 21 pessoas e destruiu o principal projeto do programa espacial brasileiro na época.

A tragédia chamou a atenção do mundo e foi acompanhada de perto pelos nossos repórteres. A edição também trouxe depoimentos de quem sentiu de perto os impactos da explosão.
Além disso, o programa destacou como vivem os quilombolas retirados da área onde foi construída a base de Alcântara.

Passada uma década do acidente, o Repórter Mirante ressaltou o que mudou no Centro de Lançamento de Alcântara, as novas tecnologias e os sistemas que garantem maior precisão e segurança nos lançamentos, bem como os preparativos para novos desafios, o programa espacial brasileiro e suas perspectivas para o futuro.

Confira a íntegra do Repórter Mirante no vídeo acima.


Fonte: Site G1 do globo.com

Comentários

  1. Duda,
    simplesmente um dos melhores vídeos sobre a situação de Alcântara, desde o projeto do VLS, passando pela explosão e pelos quilombolas.

    Parabéns pelo seu projeto de divulgar o Programa Espacial Brasileiro, você é muito importante para que esse sonho não acabe.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Otávio!

      Poxa amigo eu lhe agradeço pelo reconhecimento, mas nesse caso os méritos são todos da TV Mirante de São Luis-MA, afiliada da Rede globo, que teve a iniciativa de fazer essa reportagem. Eu só a divulguei no blog e realmente a reportagem foi muito bem realizada.

      Abs

      Duda Falcão
      (Brazilian Space)

      Excluir
  2. Eu já não gostei da forma como foi feita a reportagem. Muito tendenciosa.

    Resumindo: Tragédia, tragédia, tragédia, quilombola, quilombolas desapropriados, tragédia.

    Não falaram dos avanços da base, das possibilidades do VLS-1 voar, dos desenvolvimentos tecnologicos, da falta de recursos, e que a Base de Alcantara perdeu MUITO terreno para os quilombolas...

    Não gostei, e espero que o VLS-1 voe rápido para calar a boca desses jornalistas e para homenagiar os 21 técnicos que morreram de forma trágica. Podiam ter tocado nesse assunto também, sobre o memorial que ainda não foi feito relembrando os heróis de Alcantara. Deveriam entrevistas as famílias ao invés de Quilombolas cujo problema de terras já foi decidido em tribunal (com grande perca para o PEB) e que precisam do auxílio governamental. Parece que até esses foram joguetes nas mãos de políticos interesseiros e que agora têm que esperar que a promessas deles sejam cumpridas...

    Já não dá para culpar Alcantara, mas a globo insiste nisso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu concordo com vc amigo....
      muita exploração desnecessária.....
      no nosso país, jornalistas adoram tragédias...
      infelizmente é o que dá ibope....
      americanos e russos tiveram tragédias muito maiores na corrida espacial, mas falam das coisas boas...
      o que se ganha em ficar alimentando tragédias do passado?

      Excluir
  3. eta jornalista desinformado esse da TV Mirante;
    será que ele não aprendeu que o termo "corrida espacial" era usado na época da Guerra Fria para caracterizar a disputa entre as super potencias Estados Unidos e União Soviética?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial