Famílias de Vítimas de Alcântara Ainda Esperam Indenização

Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria publicada hoje (22/08) na no site do jornal “Folha de São Paulo” destacando que  as famílias dos 21 heróis de Alcântara ainda esperam indenização.

Duda Falcão

CIÊNCIA

Famílias de Vítimas de Alcântara
Ainda Esperam Indenização

SABINE RIGHETTI
ENVIADA ESPECIAL AO RECIFE
22/08/2013 - 03h05

Dez anos após o acidente que matou 21 engenheiros e técnicos na base de lançamento de foguetes de Alcântara, no Maranhão, as famílias das vítimas ainda esperam respostas do governo.

Ao todo, 19 famílias pedem indenização por danos morais e materiais em um valor maior do que a quantia cedida pelo governo na época, de R$ 100 mil por família e assistência médica por um ano.

Os filhos das vítimas recebem uma bolsa de R$ 820,83 até os 24 anos. "O problema é que esse valor não dá nem para pagar uma faculdade", diz Doris Maciel, coordenadora da Associação de Viúvas das Vítimas de Alcântara, mãe de duas filhas adultas.

"Além disso, estamos sem assistência de saúde", diz.

Karime Xavier/Folhapress
Doris Maciel, com foto do marido morto
em 2003, Sergio Cezarini.
Dos 19 pedidos de indenização, 15 receberam despacho favorável na 1ª instância, mas a União recorreu. "Estamos aguardando julgamento no tribunal", diz o advogado José Oliveira, irmão de uma das vítimas e presidente da Associação das Famílias das Vítimas de Alcântara.

O valor reivindicado em cada ação varia de acordo com a idade do profissional morto, o tamanho da sua família e a idade dos filhos. Oliveira pediu que a quantia solicitada não fosse revelada por motivo de segurança.

O acidente, ocorrido em 22 de agosto de 2003, foi causado pela ignição antecipada de um dos propulsores do foguete, chamado de VLS-1 (Veículo Lançador de Satélites), por uma pane elétrica.

O VLS-1 estava em solo, ligado à torre de lançamento, que pegou fogo. Os 21 profissionais do CTA (atual Comando-Geral de Tecnologia Aeroespacial), órgão da Aeronáutica, estavam na torre.

As famílias também pedem respostas quanto aos motivos do incêndio. A Justiça Militar arquivou, em março de 2005, o IPM (Inquérito Policial Militar) que apurou o caso.

"Pedimos a reabertura do processo criminal. Estamos aguardando manifestação da Procuradoria-Geral da República", diz Oliveira.

OBSTÁCULOS

A torre de lançamento do VLS-1 foi reconstruída após o acidente de 2003. Mas o lançamento de teste deve levar mais dois anos para acontecer, de acordo com o diretor da AEB (Agência Espacial Brasileira), José Raimundo Coelho. Ele conversou com a Folha durante reunião anual de cientistas no Recife.

Pelo andar das obras, o teste será realizado em 2015 --com três anos de atraso.

Alex Argozino/Editoria de Arte/Folhapress

Somente depois disso, a base poderá lançar o Cyclone-4, foguete que está sendo construído pela empresa binacional do Brasil e da Ucrânia ACS (Alcântara Cyclone Space), criada em 2006.

Alcântara é considerado um dos melhores locais do mundo para lançamentos de foguetes com satélites comerciais pela proximidade ao Equador. A órbita mais explorada comercialmente (chamada geoestacionária) fica no plano do Equador, onde estão os satélites de telecomunicações.

A estimativa é que os foguetes que lancem satélites de Alcântara economizem até 30% do combustível.

Para ser construída, a base levou à desapropriação de 62 mil hectares de uma comunidade quilombola. Os moradores sobreviviam da pesca, mas as terras para onde parte deles foi levada não permitem essa atividade.

"Isso nunca vai deixar de ser um trauma", diz Coelho. Hoje, há 26,6 mil quilombolas morando na região.

Segundo ele, a AEB tentará integrar a comunidade por meio de projetos de educação que, acredita, terão apoio da prefeitura de Alcântara e do governo do Maranhão.


Fonte: Site do Jornal Folha de São Paulo - 22/08/2013

Comentário: Fico revoltado com essas matérias que só fazem confundir ainda mais a sociedade brasileira sobre a atual situação do PEB, e declarações como a do Sr. José Raimundo Braga Coelho só fazem contribuir com isso. Em primeiro lugar, o VLS-1 não tem nada haver com esse trambolho tóxico do Cyclone-4, e muito menos as obras do CLA com as obras do sitio de lançamento desse foguete ucraniano. Além do mais, o atraso no voo do VLS-1 não tem nada haver com as obras em curso ou em vias de se iniciarem do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA). A Torre de lançamento do VLS-1 está pronta no CLA desde o final de 2011, já o foguete está pronto para ser testado há pelo menos dois anos e isso não aconteceu por falta de recursos financeiros negados pelo governo dessa presidetA petista irresponsável, e o Sr. José Raimundo Braga Coelho não pode ser conivente com essa situação, inclusive tentando emprenhar a sociedade com informações não verdadeiras. Isso é um absurdo e o Blog BRAZILIAN SPACE não pode aceitar esse tipo de comportamento do presidente da AEB. Chega! A Sociedade Brasileira precisa saber que o VLS-1 é um foguete pronto para realizar os seus três testes previstos, ou seja, o VLS-1 VSISNAV, o VLS-1 XVT-02 que são voos tecnológicos, e o VLS-1 VO4, que é o quarto e ultimo voo de qualificação desse veículo, onde então se pretende colocar um satélite a bordo. Porém antes do primeiro voo haverá ainda uma operação de lançamento simulada denominada “Operação Santa Bárbara”. Acontece que essa operação simulada deveria ter ocorrido no primeiro semestre de 2012 para então lançar o VLS-1 VSISNAV no final desse ano, mas por falta de recursos financeiros adequados, o Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), órgão responsável pelo projeto, teve que desmembrá-la em duas operações, sendo a primeira realizada em junho/julho de 2012 (Operação Salina) e esta segunda que ainda não foi realizada. Em resumo, em três anos de governo a presidentA Dilma Rousseff e sua trupe de energúmenos só fizeram boicotar o projeto do VLS-1 e beneficiar o projeto do CYclone-4 que, assim mesmo, não avançou como era esperado por esses energúmenos. Diante disso é inadmissível que o Sr. José Raimundo Braga Coelho continue dando declarações não verdadeiras à sociedade brasileira e se depender do Blog BRAZILIAN SPACE isso não irá acontecer. Quanto ao que está acontecendo com as famílias dos 21 heróis de Alcântara, é mais uma clara demonstração de como esse desastroso governo está conduzindo o país, mas as eleições estão próximas, e se até lá a Sociedade Brasileira demonstrar que realmente amadureceu como muitos que conheço acham (eu não), a resposta virá das urnas, apesar de, caso isso ocorra, em minha opinião estaremos trocando somente gato por lebre.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Ouviu o Barulho no Céu? Entenda o Fenômeno Que Assustou os Brasileiros no Último Final de Semana

Operação CRUZEIRO: Primeiro Ensaio em Voo de um Motor Aeronáutico Hipersônico Brasileiro