NASA Quer Levar Estudantes Brasileiros para os EUA

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postada ontem (18/01) no “Portal TERRA” destacando que a NASA quer levar estudantes brasileiros para os EUA.

Duda Falcão

Notícia

NASA Quer Levar Estudantes
Brasileiros para os EUA

RAFAEL MAIA
Direto de São Paulo
18 de janeiro de 2011 - 21h31

Fotos: Fernando Borges/Terra
Comberiate quer levar cerca de 10 estudantes brasileiros
para um estágio de quatro semanas na NASA

O coordenador do programa para estudantes do Centro de Vôos Espaciais Goddard da NASA, Mike Comberiate, foi à Campus Party, em São Paulo, para apresentar o projeto que pretende levar cerca de 10 estudantes brasileiros para um estágio de quatro semanas na agência espacial americana.

O interesse da NASA nos alunos brasileiros começou depois que a estudante Janynne Gomes, da Universidade do Vale do Rio Doce (UNIVALE), em Governador Valadares (MG), conheceu Comberiate. Em janeiro de 2010, ela participou do acampamento da NASA nos EUA e foi bem sucedida. Para atrair a atenção dos brasileiros, Mike anunciou que deixará na UNIVALE, informalmente, o superlaser Lidar, usado nos robôs da agência que visitam Marte, capaz de gerar imagens 3D em 360 graus.

Os estudantes selecionados precisarão criar soluções robóticas para o uso de máquinas em outros corpos celestes, além da Terra, a partir de um trabalho iniciado pela NASA. Uma das tarefas, de acordo com Comberiate, será mostrar a capacidade de "costurar" as diversas imagens em 3D que o Lidar consegue criar. Os estudantes mais habilidosos que mostrarem as soluções mais criativas do uso da tecnologia serão convidados para o estágio no acampamento.

Segundo Marco Figueiredo, brasileiro membro da NASA há 20 anos e parceiro de Comberiate do projeto no Brasil, o primeiro requisito é a vontade. "É preciso ter coragem de dizer que se deseja estudar na NASA. E o Mike valoriza muito isso. Em um segundo momento, acontece um processo de análise de currículo e de conversa com os professores dos alunos interessados", afirmou.

Marco contou ainda que, embora não haja retorno financeiro e a NASA não custeie os gastos dos estudantes nos EUA, o benefício está no enorme prestígio de possuir um diploma assinado pela agência. "Para se ter uma idéia, Janynne foi convidada para trabalhar na Microsoft, nos EUA, depois do estágio", disse.

De acordo com Marco, o estudante deve gastas cerca de US$ 5 mil com passagem e alimentação. A hospedagem é cedida pela NASA. A turma completa de estágio é formada por cerca de 60 estudantes, divididos entre Brasil, Argentina, Índia, Singapura e outros países.

Comberiate apresentou detalhes do projeto
para levar os estudantes aos EUA

Os estudantes selecionados precisarão criar
soluções robóticas para o uso de máquinas em
outros corpos celestes, além da Terra, a partir
de um trabalho iniciado pela NASA

Segundo Marco Figueiredo, brasileiro membro
da NASA há 20 anos e parceiro de Comberiate do
projeto no Brasil, o primeiro requisito é a vontade

Os estudantes mais habilidosos que mostrarem as
soluções mais criativas do uso da tecnologia será
convidados para o estágio no acampamento


Fonte: Portal TERRA - 18/01/2011

Comentário: Isso se chama recrutamento a baixo custo e que jamais seria oferecido ao Brasil se a NASA não tivesse a certeza da incompetência de nossa sociedade e de principalmente de nossos governantes. Para as universidades brasileiras essa parceria é uma grande propaganda e altamente benéfica, para os estudantes uma grande oportunidade de melhorar seus conhecimentos e demonstrar as suas qualidades a agência espacial americana e ao mercado de alta tecnologia deste país, visando no futuro trabalhar nos EUA. Agora, já para o Brasil (devido a incompetência de nossa sociedade e do governo em não criar as condições para que esses novos profissionais sejam aproveitados no país) é um grande desastre. Estamos formando profissionais altamente qualificados para atuarem em benefício de sociedades estrangeiras, um verdadeiro absurdo. Chamo à atenção do leitor sobre as exigências da NASA para os selecionados, eles só querem os melhores (como foi o caso da Janynne Gomes que acabou contratada pela Microsoft) e nem querem pagar nada por isso. Fazer o que? O que podemos fazer é continuar denunciando na esperança de que isso algum dia venha mudar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022