NASA Invites Students To Send Experiments To Space

Olá leitor!

Veja você amigo leitor através da noticia abaixo publicada hoje (17/01) no site “Spacedaily” como a NASA conduz suas atividades espaciais direcionadas a estudantes com inteligência e atitude bem coordenada e pasmem, utilizando poucos recursos que trazem extraordinários benefícios para futuro do "Programa Espacial Americano".

Bem, diferente de nossa desorientada agência espacial que infelizmente parou no tempo com o modelo adotado e repetido anualmente sem qualquer inovação do seu louvável programa “AEB Escola”.

Note a diferença dos desafios que são oferecidos aos jovens estudantes americanos em comparação aos desafios oferecidos pela AEB em seus eventos do programa “AEB Escola”.

Enquanto os jovens americanos participam de competições onde são obrigados a criarem, coordenarem e desenvolverem seus experimentos, no Brasil nossos jovens são direcionados e estimulados a lançarem foguetes movidos a água e ar comprimido, além de participarem de palestras intermináveis e de visitas a centros de pesquisas que numa primeira situação podem ser estimulantes, mas que perdem a sua eficácia logo, já que como os adultos os jovens de hoje vivem de desafios, desafios estes que o modelo do programa AEB Escola não oferece mais.

Existe esperança? Acreditamos que sim, já que agora a AEB conta na sua presidência com um grande cientista e visionário, o senhor Marco Antônio Raupp, e esperamos que o mesmo venha ter durante o governo DILMA o apoio necessário para que possa realizar o grande trabalho que tem realizado em toda sua carreira por onde tem passado.

Duda Falcão

AEROSPACE

NASA Invites Students To Send
Experiments To The Edge Of Space

by Staff Writers
Cleveland OH (SPX) Jan 17, 2011

The top four teams will receive up to $1,000 to
develop their flight experiments and travel to
Glenn Research Center May 18-20

NASA is inviting student teams to design and build experiments the agency will fly into the stratosphere, a near-space environment, more than 100,000 feet above the Earth.

NASA's second annual Balloonsat High-Altitude Flight competition is open to student teams in ninth to 12th grades from the United States and its territories.

Each team of four or more students must submit an experiment proposal to NASA's Glenn Research Center in Cleveland by Feb. 11. Student teams may propose experiments on a wide range of topics, from bacteria studies to weather observations.

A panel of NASA engineers and scientists will evaluate the submissions based on mission objectives, technical planning and team organization. The top eight proposals will be announced on March 4.

The top four teams will receive up to $1,000 to develop their flight experiments and travel to Glenn Research Center May 18-20.

During their visit, they will have an opportunity to tour the center, watch as NASA helium weather balloons carry their experiments to the edge of space, recover the experiments and present their results at Glenn's Balloonsat Symposium.

The other four teams also will receive up to $1,000 to develop their flight experiments and will participate via the Internet when NASA scientists and engineers launch and recover their payloads during the week of May 23.


Comentários

  1. Prezado Duda Falcão
    Infelizmente o BRASIL não tem esta concepção dos USA e os nossos alunos vão continuar lançando foguetinhos de água, e ar comprimido.
    Quando agente tenta mudar a realidade destes alunos é ignorado, ou tratado como professor Pardal.
    Em uma Competição de simples foguetes entre alunos do Brasil e Argentina nossos alunos iriam tem muitas dificuldades, pois na Argentina é normal ter escolas em todas as cidades da Argentina desde 1973 apenas ensinando a fazer ( Foguetes ) para alunos do 1º 2º e3º Graus. Com apoio da FAI Federação Aeroespacial Intencional.
    Pra você ter idéia das dificuldades encontradas p/ total falta de apoio do Governo os nossos alunos do NTA de Foguetes Experimentais estão cada vez mais desmotivado pois é um trabalho ainda não reconhecido e em vários locais no Brasil proibido, sem apoio no Brasil com isto os alunos passam a se interessar em outras atividades como exemplo estou com alunos de Foguetes experimentais que estão agora trabalhando no Estudo feitos pela EMBRAPA de BIORREATORES ( Multiplicações de MUDAS de Plantas ) e estamos já fazendo com eles o nossos BIORREATOR do Agreste tão funcional quanto o da EMBRAPA feito com Tantas Verbas para Pesquisas.
    Quem Sabe um dia de tanto você mostrar no seu Blog Brazilian Space as Diferença entre o Brasil e outros Países os Governantes mudem este sistema arcaico e com poucas ações para os alunos principalmente do Nordeste que mesmo com nossos Trabalhos de Incentivar e divulgar trazendo Cientista da NASA renomados para palestras e Professores de vários locais do Brasil nas aulas de campo.Mesmo assim no nordeste Muitos alunos nem sabem o é Aeroespacial
    Um Abraço Marcos Luna

    ResponderExcluir
  2. Prezado Professor Marcos Luna!

    Como sempre e senhor está com toda razão e quando vi essa notícia no site americano "Spacedaily" resolvi postar aqui como mais um exemplo. Confesso que sou um admirador do programa "AEB Escola" por considerar a idéia boa, mas o modelo adotado não funciona, pois apesar de estimular num primeiro momento o estudante, perde a sua eficácia com o tempo devido a falta de desafios verdadeiramente estimulantes. O "AEB Escola" tem tido uma penetração com seus eventos muito grande em todo Brasil pelo que podemos acompanhar pela mídia, mas os seus eventos são motivados por desafios que não acrescentam nada de tão relevante que os estudantes não possam apreender na própria sala de aula. Precisamos de eventos competitivos nas áreas de Astronáutica, Balões Estratosféricos de Pesquisas, Robótica, Astronomia, Ciências Espaciais e outros. Eventos onde os estudantes são responsáveis pela criação, coordenação e desenvolvimento de seus projetos sobre a supervisão de professores especializados. Para isso, também é necessário preparar o professor e é assim que é feito na NASA. Não sabia deste grande desenvolvimento da área de foguetes experimentais na Argentina e isso é uma clara demonstração de como estamos atrasados.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022