CLA: Oito Lançamentos Serão Realizados Este Ano


Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria do jornal “O Estado do Maranhão” publicada hoje (12/03), destacando que o Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) pretende realizar ainda este ano oitos lançamentos de foguetes.

Duda Falcão

CLA: Oito Lançamentos Serão Feitos Este Ano

Diretor do Centro, coronel Ricardo Rangel, reafirma o
cronograma de lançamentos de foguetes de
treinamento nos níveis básico e intermediário

O Estado do Maranhão
12/03/2010


Douglas Júnior

SÃO LUÍS - Entre os dias 26 e 29 de abril deverá acontecer a primeira de oito campanhas de lançamentos de foguetes, previstas para este ano, no Centro de Lançamento de Alcântara (CLA). A informação foi dada pelo diretor do CLA, coronel aviador Ricardo Rodrigues Rangel, durante o I Workshop de Engenharia Aeroespacial, que está acontecendo no Quality Grand São Luís Hotel até hoje.

O coronel Rangel reafirmou o cronograma de lançamentos de foguetes de treinamento nos níveis básico e intermediário e de um protótipo de VSB-30 que pertence ao Programa de Microgravidade da Agência Espacial Brasileira, previsto para setembro. O diretor do CLA destacou ainda que as obras de modernização de sistemas da Torre Móvel de Integração (TMI) - de onde deverá ser lançado o Veículo Lançador de Satélites (VLS)- estão bem adiantadas.

De acordo com o coronel Ricardo Rangel, embora a estrutura da TMI esteja em uma etapa avançada, ainda faltam adequações nas obras relacionadas aos sistemas de segurança e implantação de rastreio e monitoramento de lançamento. “A estrutura em si já está bem adiantada. Os trabalhos que estão merecendo mais atenção são dos sistemas de escape. O nosso calendário está mantido e em outubro faremos os primeiros testes, inaugurando um dos sistemas mais modernos do mundo”, informou Rangel.

Além dos preparativos para o lançamento do VLS, o CLA tem no cronograma, para este ano, outros projetos importantes, principalmente os relacionados à consolidação da empresa binacional Alcântara Cyclone Space (ACS), que tinha a primeira operação prevista para acontecer este ano, mas devido a entraves envolvendo comunidades quilombolas na cidade de Alcântara o projeto sofreu atrasos.

Segundo o coronel Rangel, a expectativa é que a Licença Prévia de Implantação (LPI), que deve liberar as obras do sítio para lançamentos da empresa, deve ser expedida ainda este mês. A previsão inicial é que a LPI seja publicada no início da próxima semana, autorizando obras que devem ser concluídas em 2012. Após essa licença, a Alcântara Cyclone Space inicia o processo de contratação de empresas para a execução de obras, e o prazo de conclusão do sítio de lançamento é de até 20 meses. Esse cronograma deve ser mantido.

Soberania

Durante a palestra apresentada a estudantes e pesquisadores, o coronel Ricardo Rangel destacou a importância do Centro de Lançamento de Alcântara para garantir a soberania e estimular novas possibilidades de lucros para o país. Ele comparou as possibilidades de lançamentos do CLA com a Base de Lançamento de Kourou, localizada na Guiana Francesa, que realiza sete lançamentos por ano e tem um retorno de 900 milhões de euros. “O nosso Centro de Lançamento é muito melhor em posição geográfica.

Além disso, contamos com sistemas operacionais entre os mais modernos do mundo. Portanto, nós temos condições de garantir a nossa independência e soberania na economia aeroespacial”, observou o diretor do CLA.

Mais

O I Workshop de Engenharia Aeroespacial é resultado da parceria da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão e da Financiadora de Estudos e Projetos e tem como objetivo permitir a qualificação de estudantes nas áreas de Engenharia Aeroespacial.

“Nós temos um dos centros mais importantes do mundo. É fundamental permitir esse intercâmbio de experiências para os jovens. O Maranhão precisa compreender a importância do CLA e da tecnologia aeroespacial para o Brasil”, afirmou o coordenador-geral do evento, Areolino Neto.


Fonte: Jornal O Estado do Maranhão - pág. 04 - 12/03/2010

Comentário: A matéria do jornal “O Estado do Maranhão” confirma a realização do vôo do foguete VSB-30 do Programa Microgravidade da AEB para setembro, o que é um grande alívio, apesar dessa promessa já ter sido feita outras vezes. No entanto, nada se fala do vôo da SARA Suborbital que estava planejado para o final deste ano, o que leva o blog a acreditar que uma vez mais esse projeto irá sofrer atrasos. Também é confirmado pela matéria que o próximo lançamento do PEB será realizado entre os dias 26 e 29 de abril do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) e não mais do Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI), muito provavelmente com dois foguetes de treinamento. É muito bom saber que o ritmo de construção da Torre Móvel de Integração (TMI) do VLS-1 encontra-se acelerado e que o inicio dos testes com a torre será iniciado já em outubro. É claro o entusiasmo demonstrado pelo coronel Rangel com a proximidade do lançamento do VLS-1 que ocorrerá ainda em sua gestão no CLA, como também a necessidade do mesmo em defender a mal engenhada ACS, preso que está a uma hierarquia militar e política que o impede de dizer a verdade. Gostaria de agradecer de público a gentileza da jornalista maranhense “Bruna Castelo Branco” e do leitor maranhense do blog "Edvaldo Coqueiro" por terem enviado a matéria acima.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Rússia Oferece ao Brasil Assistência no Desenvolvimento de Foguetes