Atrasos no PESE

Olá leitor!

Segue abaixo uma interessante nota escrita pelo companheiro André Mileski e postado hoje (23/09) em seu "Blog Panorama Espacial", tendo como destaque uma notícia da coluna "Defesa & Negócios" da revista Tecnologia & Defesa (T&D) que abordou em sua ultima edição os atrasos na execução do “Programa Estratégico de Sistemas Espaciais (PESE)”, do Comando da Aeronáutica (COMAER).

Duda Falcão

Coluna "Defesa & Negócios"

Atrasos no PESE

Revista Tecnologia & Defesa
N.º 138, Setembro de 2014
Blog Panorama Espacial
23/09/2014

Nem bem começou e o Programa Estratégico de Sistemas Espaciais (PESE), do Comando da Aeronáutica, já sofre com a crônica de cortes no orçamento, bem característicos da área de defesa no Brasil. Conforme noticiado em reportagem publicada na edição n.º 136 de T&D [Nota do blog: leia a reportagem aqui], estavam previstos R$113 milhões no orçamento de 2014 para o início do programa, recursos suficientes para o início de uma concorrência e mesmo contratação de um primeiro lote de satélites óticos de observação, . Com os cortes anunciados no primeiro semestre, por decisão do governo, o montante foi direcionado para outro projeto, o do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), que inicialmente seria viabilizado apenas com destinações do Ministério das Comunicações. Este direcionamento criou uma espécie de “competição” de projetos dentro do orçamento da pasta da Defesa.

Segundo apurou esta coluna, as perspectivas para uma alocação significativa de recursos em 2015 não são animadoras. Agora, os esforços do Comando da Aeronáutica se concentram na busca por um montante mínimo suficiente para a contratação de uma consultoria, que seria responsável pela elaboração das especificações e demais informações necessárias para o envio de uma solicitação de propostas (RFP, sigla em inglês) no mercado internacional.


Fonte: Revista T&D via Blog Panorama Espacial - 23/09/2014

Comentário: Grande novidade, só mesmo os ingênuos acreditavam que isto não iria acontecer.

Comentários

  1. Sei que não tem muito a ver diretamente com essa notícia, mas anunciaram concurso pra AEB em áreas que exigem pós, doutorado e tal... Existe algum laboratório da AEB em construção? Pois que eu saiba a AEB só tem sua sede administrativa em Brasília. Aonde esses concursados irão desenvolver pesquisa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo!

      Bem observado. Bom amigo parece-me e eu repito, 'parece-me', que eles estão instalando nas dependências do AEB em Brasília um laboratório para atender as atividades do Projeto SERPENS.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
    2. Ai esta uma questão o projeto SERPENS não era para ser desenvolvido principalmente na UNB? Pensei que a função de agencia era coordenar e gerenciar, agora também é de executora tecnica? Não encontrei esta atribuição na página da agencia e estatuto de criação...
      http://www.aeb.gov.br/acesso-a-informacao/institucional/quem-e-quem/

      Atribuições
      À Diretoria de Satélites, Aplicações e Desenvolvimento compete:

      1- Implementar, coordenar e supervisionar os projetos e atividades relativos a satélites espaciais, cargas úteis e suas aplicações, estimulando a participação do setor produtivo na implementação dessas ações

      2- Promover a transferência de tecnologia para o setor produtivo e a difusão dos produtos decorrentes dos projetos e atividades de sua competência

      3- Promover a integração de instituições de ensino e pesquisa nas ações de pesquisa, desenvolvimento e inovação tecnológica de interesse da área espacial; e

      4- Promover a capacitação de recursos humanos para atuação em atividades espaciais.

      Excluir
    3. Olá Paulo Cesar (SJC)!

      Pois é amigo, essa é uma das questões que precisa ser melhor explicada, mas existem outras e não é por a caso que taxo esse projeto de misterioso,

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir
    4. Pois é Duda, a internet é bem interessante, com a falta de informações ficamos tentados a pesquisar um pouco mais e vemos no site da empresa GAUSS, disponibilidade ainda de contratar lançamentos pelo Cyclone IV no Brasil via ACS... e pior, quem é que esta responsavel pelo contrato de lançamento do SERPENS via JAMSS...A GAUSS também...
      O que não esperava olhando no facebook da GAUSS e trabalhos da empresa encontrar sua sócia fundadora (segundo o facebook da Gauss a empresa foi fundada em 2012...) e parte do time (C. Cappelletti, PhD, IAA Corresponding Member, GAUSS Srl CEO)...Dra Chantal Cappelleti. Será que não existe um conflito de interesses ai?
      Realmente tenho que concordar que é muito misterioso tudo o que cerca esse projeto... será que teremos um satelite como plano "B" feito pela GAUSS embaixo da manga se não der certo o original, porisso o segredo...?
      veja os links:
      http://www.gaussteam.com/2nd-iaa-conference/ (cita a Dra Chantal como CEO da empresa...no comite organizador do evento...)
      https://www.facebook.com/GaussSrl
      http://www.gaussteam.com/activities-services-and-products/launch-services/
      http://www.gaussteam.com/activities-services-and-products/launch-services/cyclone-iv/
      http://www.gaussteam.com/activities-services-and-products/launch-services/international-space-station/
      https://www.facebook.com/GaussSrl/posts/739360792757061
      Alguns trechos extraídos do site da GAUSS:
      TopLocal organizing committee:
      * F. Graziani, IAA Member, Senior Professor, GAUSS Srl President
      * P.Teofilatto, IAA Member, Sapienza University ofRoma Professor
      * C. Cappelletti, PhD, IAA Corresponding Member, GAUSS Srl CEO
      * S. Battistini, PhD Candidate, Sapienza University of Rome
      * C. Massimiani, PhD Student
      * P. Testani, Aerospace and Astronautical MSc, Sapienza University of Roma

      International Space Station
      Home » Activities, Services and Products » Launch Services » International Space Station
      Thanks to the cooperation with JAMSS (Japan Manned Space Systems Corp.), GAUSS Srl performs launches from the International Space Station.
      JAMSS is the prime contractor to support JEM (Japanese Experiment Module, KIBO) activities. Several launchers can be used to reach the ISS (e.g. HTV, ATV or SpaceX Dragon). Kibo module can release in orbit:
      * 1U , 2U or 3U Cubesats
      * Customized CubeSats
      * Microsatellites up to 55 x 55 x 55 cm
      Launches are available in 2014 and 2015.
      For enquiring please contact us at launch@gaussteam.com

      GAUSS launch service for nano and pico satellites.
      We offer piggy back launch opportunities in Low Earth Orbit with a wide range of opportunities.
      Customers can choose among two innovative releasing systems, accordingly to their satellite’s size, the PEPPOD and the MRFOD (in collaboration with Morehead State University) systems.
      The first service will be provided by the end of 2013, on board the DNEPR rocket. Four Cubesats (PUCPSAT, I-CUBE 1, HUMSAT-D, Dove-4) and four PocketQubeSats (BeakerSat, QBScout, WREN and $50Sat) will be released in orbit from UniSat-5, the GAUSS designed and realized satellite that hosts the PEPPOD and MRFOD systems.
      Other launch opportunities are foreseen over the next years:
      * DNEPR cluster launches
      * International Space Station
      * Cyclone IV

      Excluir
    5. Pois é anônimo, estas questões apresentadas por você, aliadas a já apresentadas e outras que ainda não foram, que tornam este projeto misterioso, mas enfim... cabe ao Ministério Público investigar. Já quanto a preferência pelo Cyclone-4 essa eu já tinha conhecimento e cá para nós era de se esperar, já que esses energúmenos estão fazendo de tudo para viabilizar esse desatino chamado ACS encontrando cargas úteis para esse trambolho tóxico ucraniano, e evidentemente não perderiam essa oportunidade. Note que esta é mais uma clara demonstração da pífia, conivente e útil administração do Sr. José Raimundo Braga Coelho junto a AEB. Enfim... enquanto isto o mundo avança e a gente fica observando a banda passar.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Ouviu o Barulho no Céu? Entenda o Fenômeno Que Assustou os Brasileiros no Último Final de Semana

Operação CRUZEIRO: Primeiro Ensaio em Voo de um Motor Aeronáutico Hipersônico Brasileiro