Galerinha de Ubatuba Irá Representar o Brasil no Japão

Olá leitor!

Recebemos a pouco o release abaixo enviado pela Prefeitura Municipal de Ubatuba (SP) nos informando que estudantes ubatubenses conquistaram feito inédito e representarão Brasil em Congresso Espacial no Japão.

Duda Falcão

Estudantes Ubatubenses Conquistam
Feito Inédito e Representarão Brasil em
Congresso Espacial no Japão

Esforço do prefeito Mauricio (PT), junto ao ministro da Educação,
Aloízio Mercadante, garantiu o custeio da viagem de
12 alunos e 4 professores rumo ao Japão

Jovens estudantes ubatubenses, com idade entre 13 e 14 anos, conquistaram um feito inédito em todo mundo e representarão o Brasil no maior congresso espacial do Japão. Os alunos do 9º ano da Escola Municipal Tancredo Neves desenvolveram uma pesquisa sobre o interesse despertado pelo projeto “Ubatuba Sat” nos jovens da cidade e elaboraram um artigo que foi selecionado e aceito pelo corpo técnico do Congresso ISTS (International Symposium On SpaceTechnology and Science).

A aprovação da proposta garantiu que os estudantes brasileiros participem de um dos principais eventos do mundo na área espacial, que tem o patrocínio da JAXA (Agência Espacial Japonesa) e será realizado entre os dias 2 e 9 de junho, na cidade japonesa de Nagoya. Apesar de terem conquistado uma vaga, os jovens ubatubenses não tinham a confirmação de que participariam do congresso, pois precisariam arcar com os custos das passagens aéreas e da estadia. Graças a um esforço do prefeito Mauricio (PT), junto ao ministro da Educação, Aloízio Mercadante, a administração ubatubense conseguiu uma parceria com a Unesco, garantindo a viagem de 12 alunos e 4 professores, que embarcam rumo ao Japão no próximo dia 29.

"O Brasil terá a mais jovem delegação de toda a história do ISTS na sua vigésima nona edição. Nossos alunos têm em torno de 13 anos e a grande maioria dos pesquisadores que participam daquele congresso tem mais de 40 anos. Além disso, vale ressaltar que são jovens estudantes de uma escola pública, o que a meu ver, torna o feito deles ainda mais importante, por tantos desafios superados”, completa o professor Cândido de Moura, idealizador do projeto.

Ubatuba SAT

O feito inédito é mais uma conquista dos jovens ubatubenses com relação ao projeto Ubatuba SAT, que consiste na construção de um satélite por parte dos estudantes de 13 e 14 anos da Escola Municipal Tancredo Neves. A iniciativa nasceu em 2010 e tem como principal objetivo despertar o interesse dos alunos pelas matérias de ciência e tecnologia. Dentro do projeto, os jovens aprenderam a construir equipamentos eletrônicos que funcionem aqui na terra, foram treinados no Laboratório de Integração e Testes do INPE- Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais e já estiveram até no Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, nos Estados Unidos.



Fonte: Prefeitura Municipal de Ubatuba (SP)

Comentário: Olha ai leitor o menestrel do Mercadante aparecendo numa notícia positiva, inacreditável. Mas vamos deixar esse zero a esquerda de lado e falar realmente do que interessa. Note que o grande trabalho realizado pelo Prof. Cândido Moura e sua equipe em Ubatuba, toma uma dimensão internacional, e felizmente vem obtendo o apoio da prefeitura de Ubatuba que curiosamente é do PT. Independentemente do que tenha motivado esses políticos a apoiarem o projeto, a verdade é que a iniciativa é altamente positiva e serve como um grande exemplo para todo o Brasil, e eu só lamento o fato do picosatélite (tubesat) “Tancredo I”, fruto inicial de toda essa história, ainda não ter sido lançado devido à embromação da empresa americana INTERORBITAL. O Blog BRAZILIAN SPACE  parabeniza o Prof. Cândido Moura e toda sua equipe e alunos pelo reconhecimento internacional, desejando desde já sucesso nessa viagem ao Japão (clique aqui para vê o site do evento no Japão). Vão, representem bem o Brasil e voltem pela sombra. Sucesso a todos.

Comentários

  1. " PARABENS VAGA GARANTIDA"

    A crise entre a política X progresso científico, não reduziu o apetite dos grupos escolares científicos em produzir a verdadeira ciência, que tantos nescessitamos, os chamados "Equipes Salvadoras" que fazem a diferênça neste país rico de pessoas competentes e de pessoas larápias da nação.
    Isso explica por que poucos brasileiros que fazem a ciência andar, pessoas tradicionais de carater exemplar, passaram a produzir pesquisas para dar grande exemplo de ordem e progresso.
    A estratégia de expansão dessas pessoas, evidencia o enorme sucesso internacional."

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Rússia Oferece ao Brasil Assistência no Desenvolvimento de Foguetes