Presidente da AEB Visita LAAD

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (14/04) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB) destacando que o presidente da AEB, Marco Antônio Raupp esteve hoje visitando a LAAD 2011, a maior feira de tecnologia de defesa e segurança da América Latina.

Duda Falcão

Presidente da AEB Visita LAAD

CCS/AEB
14-04-2011

O presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), Marco Antonio Raupp, visitou, nesta quinta-feira (14), a LAAD 2011 – maior feira de tecnologia de defesa e segurança da América Latina. Durante a visita, ele esteve nos estandes da AEB, da Opto Eletrônica, da Alcântara Cyclone Space (ACS) e do Cluster Aeroespacial Brasileiro. Amanhã (15), Raupp ministrará palestra sobre o Programa Nacional de Atividades Espaciais (PNAE).

No estande da Opto Eletrônica, empresa de tecnologia no ramo de optoeletrônica, que desenvolve peças e tecnologias para o Programa Espacial Brasileiro, estão expostas as câmeras MUX e a “Wide Field Imager” (WFI), desenvolvidas para o satélite Sino-Brasileiro de Recursos Terrestres (CBERS, sigla em inglês).

Esta é a segunda vez que a ACS participa da LAAD. A primeira participação, em 2009, ocorreu de maneira institucional. Este ano, a empresa também se apresenta de forma comercial, fazendo prospecção de negócios. Em seu estande, a ACS está expondo uma maquete virtual do complexo de lançamento em Alcântara e vídeos institucionais e comerciais.

Raupp disse estar satisfeito com o que viu na feira. “A cada nova versão da LAAS percebo um aumento na quantidade das empresas se apresentando e na qualidade dos trabalhos desenvolvidos.”, afirmou o presidente.

Em sua palestra, Raupp abordará o processo de implementação e coordenação do PNAE, apresentará sua visão do cenário brasileiro, sobre as tecnologias prioritárias para o País e, também, sobre as principais demandas futuras na área espacial.


Fonte: Site da Agência Espacial Brasileira (AEB)

Comentário: Pois é leitor, o Rauppjet não descansa e segue na sua herculana missão de transformar o Programa Espacial Brasileiro. É claro que não dependerá somente dele, mas se o mesmo tiver o apoio que toda a comunidade espacial do país espera, certamente alcançará esse objetivo. Avante Rauppjet.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial