AEB Faz Segunda Reunião para Avaliação Crítica do PEB

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada ontem (19/04) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB) destacando que a agência realizou ontem (18/04) a segunda parte da série de reuniões intitulada “Alinhamento Estratégico e Revisão Crítica do Programa Espacial Brasileiro”.

Duda Falcão

AEB Faz Segunda Reunião para Avaliação
Crítica do Programa Espacial

CCS/AEB
19-04-2011

A segunda parte da série de reuniões intitulada “Alinhamento Estratégico e Revisão Crítica do Programa Espacial Brasileiro”, coordenada pelo presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), Marco Antonio Raupp, aconteceu, ontem (18), no auditório da AEB.

Nesse novo encontro, a intenção era conhecer as demandas de órgãos de governo para área espacial. Várias instituições, inclusive as que não atuam diretamente no Programa Espacial como a Agência Nacional das Águas (ANA), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), foram convidadas a explanarem sobre suas necessidades. A intenção é que, uma vez conhecidas as demandas, elas direcionem as ações do Programa Espacial.

Ao fim do encontro, que teve a aplicação e uso de satélites como pauta principal, foi verificada a importância de se dar prosseguimento ao programa sino-brasileiro de satélites que já colocou no ar os CBERS 1, 2 e 2B e, também, dar continuidade aos estudos e projetos de viabilidade do satélite GPM. Existem, ainda, diversas demandas para o uso de satélites radar, de telecomunicações e de meteorologia. Este último, inclusive, foi destaque na fala do secretário de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento do Ministério de Ciência e Tecnologia, Carlos Nobre, que ressaltou a importância desse tipo de satélite, para o novo projeto coordenado por ele, na prevenção de desastres naturais.

Para Raupp esta série de encontros está sendo de vital importância para o futuro do Programa Espacial. Além de serem discutidos todos os aspectos inerentes ao Programa, ela conta com a participação de todos os seus protagonistas. “Todos Estiveram envolvidos neste esforço em prol do desenvolvimento do Programa. Isso é fundamental. Espero que continue tudo desta maneira”, disse Raupp.

Na visão do diretor de Política Espacial e Investimentos Estratégicos, Himilcon Carvalho, este segundo encontro servirá para definir ações futuras. “É a partir do conhecimento das demandas geradas pelos órgãos de governo e da iniciativa privada que poderemos reavaliar e, onde necessário, reformular o programa de satélites”, finalizou Himilcon.


Fonte: Agência Espacial Brasileira (AEB)

Comentário: Veja você leitor que o RauppJet não pára e continua a todo vapor tentando mudar a cara do Programa Espacial Brasileiro. As atitudes realizadas pelo presidente da AEB nas últimas semanas demonstram o seu desejo em realmente fazer algo de positivo em prol do PEB. Entretanto, o mesmo dependerá muito das atitudes do governo, para assim o que for identificado por ele seja efetivamente implantado, caso contrário será não só mais uma perda de tempo, como também uma perda de competência na área de gestão, coisa que atualmente é raríssima no programa e na própria agência.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Janeiro de 2015 Registra Recorde de Focos de Queimadas Detectados Por Satélite

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022