Cosmonautas Russos Falam no Evento em Campos (RJ)

Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria postada dia (22/04) no site “Diário da Rússia” destacando que durante o "4º Encontro Internacional de Astronomia e Astronáutica" de Campos dos Goytacazes (RJ), os cosmonautas russos falaram de suas experiências e sobre as conquistas espaciais em geral.

Duda Falcão

FATOS

Cosmonautas Russos Falam no Encontro de
Astronomia e Astronáutica de Campos

No evento que celebra os 50 anos do vôo de Yuri Gagarin,
os cosmonautas Oleg Kotov e Pavel Vinogradov e os astronautas
Charles Duke e Marcos Pontes contam suas experiências no espaço

22/04/2011 - 09h42

Os cosmonautas russos Pavel Vinogradov e Oleg Kotov falaram de suas experiências e sobre as conquistas espaciais em geral, no primeiro dia do 4.º Encontro Internacional de Astronomia e Astronáutica, realizado no reinaugurado Teatro Trianon, de Campos dos Goytacazes, Estado do Rio de Janeiro. Eles lembraram que 517 pessoas já estiveram no espaço (108 delas, russos), desde que Yuri Gagarin fez seu vôo pioneiro, em 12 de abril de 1961 – data da qual agora se comemora o jubileu, na Rússia, no Brasil e em todo o mundo.

O 4.º Encontro Internacional de Astronomia e Astronáutica, organizado pelo Professor Marcelo de Oliveira Souza, coordenador no Brasil dos Programas Internacionais de Ensino e Popularização da Astronomia e da Astronáutica, foi aberto na quinta-feira, 21, por Avelino Ferreira, presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima. O evento, de responsabilidade do Clube de Astronomia Louis Cruls, com apoio do Instituto Federal Fluminense (IFF) e da Prefeitura de Campos, tem como parceiros a Mir Mídia e Consultoria Internacional (responsável pelo site Diário da Rússia e o programa radiofônico Voz da Rússia) e o Consulado Geral da Federação da Rússia no Rio de Janeiro. O Encontro conta ainda com o apoio de entidades internacionais, como a organização Astrônomos Sem Fronteiras, e nacionais, como a Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima.

Da esq. para a dir.: Pavel Vinogradov (o 3.º, de camisa branca),
Oleg Kotov, Marcos Pontes, Charles Duke, Marcelo de Souza
e Avelino Ferreira, na mesa do primeiro dia do 4.º Encontro
Internacional de Astronomia e Astronáutica, em Campos, RJ

Além dos dois cosmonautas russos, estão presentes em Campos os astronautas Charles Duke, da NASA, e Marcos Pontes, e também o diretor do Planetário de Pequim, Dr. Jin Zhu; a presidente do Núcleo Interativo de Astronomia de Portugal, Rosa Doran; o especialista mundial em Direito Espacial, Virgiliu Pop; o presidente fundador dos Astrônomos Sem Fronteiras, Mike Simmons; o secretário-geral da Confederação Indiana de Astrônomos Amadores, Manoj Pai; o fundador e líder do projeto de jornalismo científico “O Mundo à Noite”, Babak Tafreshi; o Coordenador Astronômico de Divulgação, Enrique Torres; e o professor de Astronomia do Instituto de Professores Artigas, Julio Blanco.

O 4.º Encontro de Astronomia e Astronáutica termina amanhã, sábado.

Oleg Kotov, Herói da Federação da Rússia

Oleg Valeriyevich Kotov, nascido em 27 de outubro de 1965, na península da Criméia, permaneceu seis meses em órbita como membro da Expedição 15 da Estação Espacial Internacional, para onde foi lançado do Cosmódromo de Baikonur em 7 de abril de 2007, no comando da nave Soyuz TMA-10, junto com o cosmonauta Fyodor Yurchikhin e o turista espacial americano Charles Simonyi. Durante a permanência em órbita, Kotov e Yurchikhin realizaram atividades extraveiculares, instalando painéis protetores para reforçar a segurança da Estação Espacial contra impactos de detritos espaciais microscópicos. Oleg Kotov retornou à Terra em 21 de outubro de 2007, e depois desempenhou outras missões espaciais, em 2009 e 2010. Por todos os seus feitos, foi contemplado com o título de Herói da Federação da Rússia, a mais alta condecoração do país.

Pavel Vinogradof, Veterano do Espaço e Herói da Federação da Rússia

Também Herói da Federação da Rússia, Pavel Vladimirovich Vinogradov, nascido em Magadan, em 31 de agosto de 1953, foi selecionado para o programa espacial soviético em 1992 e passou os dois anos seguintes treinando como cosmonauta. Em agosto de 1997, foi pela primeira vez ao espaço, a bordo da nave Soyuz TM-26, em direção à Estação Espacial Mir, onde passou 197 dias em gravidade zero. Ele e seu companheiro de missão, Anatoli Solovyev, realizaram durante este período cinco passeios no espaço, num total de 25 horas de atividades extraveiculares. Em 30 de março de 2006, Vinogradov voltou ao espaço como comandante da Expedição 13, para nova temporada em órbita, desta vez a bordo da Estação Espacial Internacional, no comando da nave Soyuz TMA-8, em companhia dos astronautas Jeffrey Williams, dos Estados Unidos, e Marcos Pontes, do Brasil (a primeira viagem de um brasileiro ao espaço).

Marcos Pontes, o Primeiro Astronauta Brasileiro

Marcos César Pontes, o primeiro astronauta brasileiro, de 48 anos, nasceu em Bauru, Estado de São Paulo, e foi piloto de caças da FAB, chegando ao posto de tenente-coronel. Em 1998, foi selecionado para participar do programa espacial da NASA, lá fazendo o curso de formação básica de astronautas, no qual se formou em 2000. Em outubro de 2005 foi para a Rússia, para fazer o treinamento específico na Cidade das Estrelas. Em 2006 realizou a viagem ao espaço, em que permaneceu a bordo da Estação Espacial Internacional por dez dias, sob o comando do cosmonauta russo Pavel Vinogradov. Atualmente, ele se dedica a atividades docentes na USP, a Universidade de São Paulo, e continua à disposição do Programa Espacial Brasileiro. Marcos Pontes é detentor da Medalha de Santos Dumont e da Medalha Yuri Gagarin.

Charles Duke, o Décimo Homem na Lua

Charles Moss Duke, nascido em 1935, é brigadeiro-general reformado da Força Aérea dos Estados Unidos, engenheiro aposentado da NASA e um dos 12 astronautas que pisaram o solo lunar (ele foi o décimo, e o mais jovem). Duke foi o piloto do Módulo Lunar da Apollo 16, em 1972, e ele e John Young desceram na Lua. Depois, Duke foi piloto-reserva da Apollo 17. Ele tem um total de 265 horas no espaço, além de 21h28min de atividades extraveiculares.


Fonte: Site Diário da Rússia - 22/04/2011

Comentário: Veja você leitor a dimensão que esse evento realizado pelo Clube de Astronomia Louis Cruls com apoio de outras organizações e a coordenação do jovem Prof. Marcelo de Oliveira Souza tomou internacionalmente. É realmente algo de se admirar o trabalho realizado por esse clube de astronomia de Campos dos Goytacazes (RJ), e digno de destaque. Parabéns Prof. Marcelo Souza, o país precisa de mais educadores e realizadores como o senhor.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Rússia Oferece ao Brasil Assistência no Desenvolvimento de Foguetes