I Jornada de Foguetes de Material Reciclado de Barbalha

Olá leitor!

As Escolas EEEP Otília Correia Saraiva (Liceu de Barbalha) e EEM Almiro da Cruz da cidade cearense de  Barbalha, irão realizar dia 18/05 a “I Jornada de Foguetes de Material Reciclado de Barbalha”.

A jornada de foguetes é uma atividade complementar da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), em caráter competitivo que classifica no Brasil escolas da rede pública e privada à participar da Mostra de Foguetes, realizada anualmente na cidade de Passa Quatro em Minas Gerais, promovida pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Neste ano sob premiação da mostra de foguetes, 70 alunos serão contemplados com Bolsa de Iniciação à Pesquisa Científica Júnior, orientadas pelo Dr. João Batista Canalle, do Departamento de Física da UFRJ em parceria do CNPq.

Evento: I Jornada de Foguetes de Material Reciclado de Barbalha
Data: 18/05
Horário: a partir das 08:00 horas
Local: EEEP Otília Correia Saraiva (Liceu de Barbalha) - Barbalha/CE

Andrevaldo Glaidson Pereira Tavares
Prof. Representante da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica no Liceu EEEP Otília Correia Saraiva
Detalhes: (88) 3532 2366

Patrick Gomes Santos
Prof. Representante da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica
EEM Almiro da Cruz

Duda Falcão

Cartaz do evento


Fonte: Com informações da  Escola EEEP Otília Correia Saraiva (Liceu de Barbalha)

Comentário: O trabalho que o professor Andrevaldo Glaidson Pereira Tavares está realizando no Liceu de Barbalha é digno de registro, e lamentamos muito a não participação dele e de seus alunos no “Spacecamp” realizado no início do ano em São José dos Campos (SP). Entretanto, voltamos insistir na necessidade de avançarmos criando as condições (eventos específicos) para que esses alunos possam aplicar seus conhecimentos em projetos realmente significativos, sejam na área de foguetes, de cubesats, sondas atmosféricas, robótica espacial, entre outros, como está acontecendo mundo afora, principalmente na faixa etária desses estudantes. Foguetes de água podem ser muito divertidos, mas não passam disso e o que realmente precisamos fazer com nossos jovens e colocá-los em pé de igualdade com os estudantes de outros países e assim podermos avançar criando realmente uma massa de jovens interessados na área espacial.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial