A Parceria da Universidade Federal do Ceará com a USAF

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia um pouco antiga é verdade, postada dia (06/08) no blog do jornalista  “Luis Nassif”, mas que não havíamos tomado conhecimento ainda, destacando que a Universidade Federal do Ceará está desenvolvendo diversas tecnologias em parceria com a Força Aérea Americana (USAF).

Duda Falcão

A Parceria da Universidade
Federal do Ceará com a NASA

UFC produz radar com Estados Unidos
Locem está produzindo um novo radar, de nova geometria,
que pode suportar altas temperaturas

Enviado por Luis Nassif
Sab, 06/08/2011 - 17:46
Por Rios
Publicado em 6 de agosto de 2011

FOTO: MIGUEL PORTELA
Chefe de pesquisas da Força Aérea Americana, Brett Pokines,
visita laboratório da Universidade Federal

A parceria entre o Laboratório de Telecomunicações e Ciência e Engenharia de Materiais (LOCEM), da Universidade Federal do Ceará (UFC), e a Força Aérea Americana (USAF) vem rendendo pesquisas importantes na área de tecnologia de micro-ondas. Devido aos grandes resultados o chefe de pesquisas da USAF, Brett Pokines, visitou, ontem, as instalações da Universidade e anunciou a renovação do contrato da parceria por mais três anos.

Durante a visita, Pokines proferiu palestra, no auditório do LOCEM, sobre as atividades do Departamento da USAF para Pesquisa Científica e também apresentou as principais linhas de pesquisa que interessam a Força Aérea Americana.

Além disso, ele, como responsável pelas pesquisas da USAF, procurou saber sobre o andamento dos trabalhos realizados em parceria com a UFC. "Nosso objetivo é financiar grandes idéias, mesmo que sejam fora dos Estados Unidos", disse.

Pokines destacou os excelentes resultados obtidos nos seis anos de pesquisas em parceria com o LOCEM, pois até agora todos as metas foram alcançadas. "Já fechamos muitos desenvolvimentos. Agora, nosso objetivo é finalizar um grande projeto", explicou.

Para o coordenador e pesquisador do LOCEM, Antonio Sergio Bezerra Sombra, a visita do chefe de pesquisas da USAF é importante pois eles podem acompanhar de perto as formas de trabalho dos americanos. "A renovação do contrato demonstra que o nosso trabalho está sendo muito bem feito".

Hoje, a principal pesquisa feita pela parceria é a continuação de um radar com nova geometria, que poderá acompanhar alvos e será para uso das forças armadas.

Segundo o coordenador e pesquisador do LOCEM, o radar com nova geometria pode suportar altas temperaturas, pois é feita com cerâmica e por isso é perfeito para ser utilizado em foguetes, diferente dos radares feitos de metal. "Aqui no laboratório, nós fabricamos, testamos e também fornecemos as antenas", comentou.

O LOCEM é o único local no Brasil a fabricar esse tipo de cerâmica. Ao todo, um grupo de 35 estudantes de Doutorado e Mestrado fazem as pesquisas de criação do novo tipo de radar. http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=1022229


Fonte: Blog do “Luis Nassif“ - 06/08/2011 - http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/

Comentário: Caro Luis Nassif, por mais que me esforçasse não entendi o que a NASA tem haver com essa notícia, mas enfim... Ora leitor, são em situações como essa que sinceramente me escapam a compreensão como uma instituição estrangeira como USAF tem acesso a um laboratório como esse no Brasil e o Ministério da Defesa não tem conhecimento (assim creio eu) da parceria em curso para o desenvolvimento dessas altamente estratégicas tecnologias desenvolvidas no LOCEM. É inadmissível que estejamos trabalhando para a USAF desenvolvendo tecnologias que sabe lá deus um dia podem ser usadas contra nós. Esse é o país da Dilma, do ministro Celso Amorim, do menestrel Mercadante, é um absurdo essa notícia. Essa gente tem de acordar e olha que a UFC é uma universidade federal. Realmente vocês são todos uns energúmenos.

Comentários

  1. E sabe se lá quantas tecnologias mais estão sendo desenvolvidas "para os outros (USA)!!!"

    ResponderExcluir
  2. Pois é Vando, infelizmente essa é a imagem que fica.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial