INPE Se Prepara para Receber o GLP

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada dia (30/11) no site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) destacando que o instituto está se preparando para receber o Global Land Project (GLP).

Duda Falcão

INPE Se Prepara para Receber o GLP

Quarta-feira, 30 de Novembro de 2011

Organizado pelo escritório internacional do Global Land Project (IPO), que a partir de janeiro terá sede no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), o workshop sobre "Mudanças de Uso da Terra na América do Sul" reuniu especialistas de diversas áreas da ciência para compartilharem suas avaliações sobre uma das regiões mais dinâmicas e heterogêneas do globo. As apresentações realizadas durante o workshop estão disponíveis no site do evento: http://www.inpe.br/wsglp2011/

Durante três dias (17 a 19 de novembro), em Ilhabela (SP), os participantes acompanharam discussões em torno dos quatro tópicos principais do workshop, relacionados a um futuro sustentável para a região: Governança e Disposições Institucionais; Vulnerabilidade no Uso da Terra e Segurança Alimentar; Prestações de Serviços Ambientais e Modelagem e Análise de Dados. As conclusões obtidas no evento serão divulgadas em breve pelo GLP, através de sua newsletter e na página www.globallandproject.org.

Segundo os organizadores, o workshop do GLP foi também um estímulo para a transição do IPO para o Brasil. Sediar o novo escritório internacional no INPE, em São José dos Campos (SP), foi possível devido ao comprometimento do diretor do Instituto, Gilberto Câmara, membro do comitê científico do GLP desde 2006.

Com a mudança, o novo IPO estará localizado em um país com grande demanda pela pesquisa sobre mudanças no uso da terra e com um papel cada vez maior na comunidade científica internacional. O Brasil será o primeiro país do Hemisfério Sul a receber o IPO.

O Global Land Project (GLP) é uma iniciativa do International Human Dimensions Programme on Global Environmental Change (IHDP) e do International Geosphere–Biosphere Programme (IGBP). Iniciou suas atividades em setembro de 2006 com a implantação do escritório internacional (IPO) na Dinamarca, financiado pela Universidade de Copenhague. Com a transferência para o Brasil, passará a ser financiado e sediado pelo INPE.


Fonte: Site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial