Bernardo Afirma que Satélite Pode Sair sem Novos Sócios

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postada dia (17/11) no site “TeleSíntese” destacando que segundo o Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, o projeto do Satélite Geoestacionário Brasileiro (SGB) poderá sair sem novos sócios.

Duda Falcão

Plantão de Notícias - TeleSíntese

Bernardo Afirma que Satélite
Pode Sair sem Novos Sócios

Ministro reafirma que não recebeu
proposta da Oi para participar do Projeto

Escrito por Lúcia Berbert
Terça, 17 de Novembro de 2011, 20:04

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, disse que não está descartada a participação de um novo sócio no projeto do satélite geoestacionário brasileiro, mas sustenta que não há obrigatoriedade de uma nova parceria. Ele voltou a afirmar que, até o momento, desconhece proposta da Oi de participar do programa e adiantou que a operadora não pediu audiência para tratar do assunto.

Bernardo disse que a discussão para construção do projeto está limitada entre a Telebras e a Embraer, empresa que tem condições de fazer a integração do satélite. “A Embraer já tem capacidade para montar aeronaves e criou recentemente uma divisão de satélite”, disse. A previsão é de que o lançamento ocorra no início de 2014.

- Acho que vamos ter que comprar as partes do satélite e montar aqui e, tanto quanto possível, transferir para a empresa integradora a tecnologia que está envolvida nisso. Então a Embraer passaria a ser detentora da tecnologia para montar o satélite, até porque temos na fila mais um para 2018, que pretendemos que tenha um grau maior de nacionalização”, completou.

Desoneração

Bernardo, que participou nesta quinta-feira (17) da posse dos novos conselheiros da Anatel, disse que não há atraso na Medida Provisória da desoneração para construção de redes. “O texto está na Casa Civil aguardando para ser assinado”, disse.

O ministro acredita que os benefícios poderão ser aplicados ainda este ano, uma vez que a regulamentação é simples e deve sair rapidamente após a edição da MP. A previsão é de que sejam investidos R$ 70 bilhões nos cinco anos de duração da desoneração.

Sobre os novos conselheiros da Anatel, Bernardo disse que com o quorum completo, a agência terá condições de atender as demandas de regulação com mais celeridade.

Marcelo Bechara e Rodrigo Zerbone assumiram os cargos de conselheiros da Anatel prometendo contribuir para o aprimoramento da regulação em telecomunicações no Brasil.


Fonte: Site Tele.Síntese - http://www.telesintese.com.br/

Comentário: Ministro Paulo Bernardo, o senhor é um irresponsável, vendedor de ilusões e deveria se execrado da política brasileira junto com mais de 95% dos políticos que militam nos bastidores da política da obscura capital federal e por todo território nacional. Lamentável.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022