Pólo do Vale Impõe Desafio a Mercadante

Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria publicada hoje (07/12) pelo site do jornal “O VALE” destacando que pólo do vale impõe desafio ao futuro ministro de Ciência e Tecnologia, o senador petista Aloizio Mercadante.

Duda Falcão

Região - Deficit

Pólo do Vale Impõe Desafio a Mercadante

Sindicato alerta que, em três anos, INPE e
DCTA podem perder até 40% do
quadro de pesquisadores

Jornal O VALE
07 de dezembro de 2010 - 03:17

Foto: Rogério Marques

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS - Futuro ministro da Ciência e Tecnologia do governo Dilma Rousseff (PT), o senador petista Aloizio Mercadante terá como principal desafio renovar o quadro de pesquisadores do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) e do DCTA (Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial).

Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores Federais de C&T, Fernando Morais, os institutos de pesquisa "estão destroçados" no setor de recursos humanos.

"Enquanto os projetos estão aumentando, o quadro de servidores está diminuindo. O conhecimento acumulado está indo embora", disse o sindicalista.

"Em no máximo cinco anos, se não houver novos concursos, não se terá mais massa crítica para se manter o programa espacial".

A opinião dele é compartilhada pelo presidente da SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência), Marco Antonio Raupp.

Segundo ele, "sem renovação, não é possível desenvolver o setor". "O INPE e o DCTA estão muito atrasados", afirmou Raupp.

Esperança

Derrotado nas urnas na disputa pelo governo de São Paulo, Mercadante é visto com bons olhos pela comunidade cientifica.

"Temos grande esperança nele, pela inserção política dele e pelo contato que ele sempre teve conosco", afirmou Fernando Morais.

"Ele vai ter que consolidar o ministério como protagonista, não como um ministério setorial. Nossa expectativa é que novo ministro execute uma política de continuidade", emendou Raupp.

Mercadante foi convidado na última sexta-feira pela presidente eleita para assumir o ministério.

O VALE tentou contato com as assessorias do senador e da presidente eleita para falar sobre o assunto, mas não obteve retorno.

Orçamento

O Ministério de Ciência e Tecnologia deverá contar com um orçamento de R$ 7,5 bilhões para 2011.

Segundo estudo da Câmara dos Deputados, o PNAE (Programa Nacional de Atividades Espaciais) ainda não decolou por falta de recursos financeiros e humanos.


Fonte: Site do Jornal “O VALE” - 07/12/2010

Comentário: Pois é leitor, as mesmas reclamações de mais de vinte anos e apesar disto o mesmo quadro se apresenta no final de mais um governo. Para completar será empossado na direção da pasta do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) um político (nada contra a pessoa do senhor Aloísio Mercadante, mas o MCT não é lugar para ele) quando deveria ser alguém ligado ao setor de Ciência e Tecnologia, como o próprio Marco Antônio Raupp. Os anos vão passando, os erros se acumulando e o atraso aumentando. Nem mesmo com o exemplo dado pelo senhor Sergio Rezende que fez talvez a melhor administração da história do MCT (menos para o PEB) o governo e a classe política deste país aprende e muito provavelmente jamais aprenderá, já que o que realmente importa são os interesses da classe e não do país e do povo, este só relegados a categoria de importantes quando são convergentes. Sinceramente o governo DILMA começa mal e tudo leva a crer que daqui a quatro anos as reclamações serão as mesmas completando mais uma vez o ciclo, isto é, se até lá sobrar algo no PEB para reclamar.

Comentários

  1. Permitame discordar de sua consideração.
    Do meu ponto de vista, um político como o Sr. Mercadante, desde que bem acessorado, pode ser de melhor valia para o MCT que um técnico. Politicos do quilate deste, nào gostam de ser relegados a posições secundarias, o que me leva a crer, que fará grande esforço por verbas e melhoria de eficiencia do seu ministério, pois disso depende sua visibilidade política. Não creio que este, infelizmente, ainda nào seja o momento ideal para se colocar um técnico com menor capacidade e poder de articulação...

    ResponderExcluir
  2. Olá Eduardo,

    Permissão concedida amigo, aliás este é um dos objetivos do blog "BRAZILIAN SPACE", ou seja, tornar-se um espaço aberto onde qualquer leitor independente de raça, crença ou linha de pensamento possa opinar com total liberdade. Seja bem vindo. Bom Eduardo, já em minha modesta opinião, político só serve para fazer política ou politicagem, seja bem assessorado ou não. Quanto ao que você disse em relação ao técnico, veja o exemplo do Sérgio Rezende, formado em Engenharia Eletrônica na PUC-RJ, com mestrado e doutorado pelo MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) em Física e até então o mais competente e bem sucedido ministro de ciência e tecnologia de toda história deste ministério (só falhou em nossa opinião na questão espacial). Não tenho nada de pessoal ou político contra o senhor Mercadante, acho até que ele não é dos piores, no entanto, um político novamente no MCT é retrocesso.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial