Comitiva do IEAv/IAE Visita a Universidade de Queensland

Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postada hoje (23/12) no site da Força Aérea Brasileira (FAB) destacando que uma comitiva formada por pesquisadores do Instituto de Estudos Avançados (IEAv) e do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE) estiveram entre 13 e 17 de dezembro em visita a Universidade de Queensland, localizada em Brisbane (Austrália).

Duda Falcão

Comitiva do Instituto de Estudos Avançados
visita Universidade de Queensland na Austrália

IEAv
23/12/2010 - 09h08

Uma comitiva do Instituto de Estudos Avançados (IEAv), composta por seis pesquisadores da Divisão de Aerotermodinâmica e Hipersônica (EAH) e três pesquisadores do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), visitou o Centro de Hipersônica da Universidade de Queensland (UQ), localizada em Brisbane – Austrália, entre os dias 13 e 17 de dezembro de 2010.

O Centro de Hipersônica da Universidade de Queensland é mundialmente reconhecido pelo sucesso obtido em diversas pesquisas laboratoriais e ensaios em vôo de motores de combustão supersônica SCRAMJET. Seus principais trabalhos foram as campanhas HYCAUSE, HYSHOT e HIFIRE. Esta última ainda em desenvolvimento, composta de 8 modelos de artefatos hipersônicos, entre motores SCRAMJET e veículos “waveriders”.

A comitiva do IEAv contou com cientistas relacionados ao projeto de desenvolvimento do Veículo Hipersônico Brasileiro 14-X, que emprega as tecnologias “waverider” e motor SCRAMJET.

Na Universidade de Queensland foi possível ter contato com as pesquisas em andamento no Centro de Hipersônica e foi realizado o estreitamento de relações entre o IEAv e aquela instituição, buscando formas de cooperação em futuras pesquisas e ensaios em vôo de veículos hipersônicos.

Fonte: Site da Força Aérea Brasileira (FAB)

Comentário: Hummm, muito boa esta notícia, apesar de já ser esperada pelo blog há algum tempo. Acontece leitor que em 2011 diversos foguetes brasileiros serão lançados da base de Woomera, que fica no sul da Austrália. Será de lá que será lançada a missão VS-40/SHEFEX II e a missão VS-30/Orion/HiFIRE-5 (veja a nota Programa HiFIRE Prevê Lançar VS-30/Orion em 2011). Além disso, segundo informações colhidas pelo blog espera-se também lançar dois VSB-30 de Woomera, apesar de não haver ainda informações seguras em qual programa esses foguetes serão usados. A Universidade de Queensland realmente é o maior centro atualmente do mundo no desenvolvimento da tecnologia hipersônica com motores de combustão supersônica SCRAMJET e a coordenadora dos projetos HYCAUSE, HYSHOT e HIFIRE. Recentemente também foi estabelecido sob a liderança da Universidade de Queensland um novo programa chamado “SCRAMSPACE” que na verdade é um consórcio formado por 13 instituições da Austrália, Itália, Alemanha (DLR MORABA), Japão e EUA, que prevê o lançamento do experimento “SCRAMSPACE I” no segundo semestre de 2012. Acreditamos que como há nesse novo programa o envolvimento direto do DLR MORABA e devido à configuração do foguete VSB-30, o mesmo deverá ser o foguete escolhido para a realização dessa missão. Porém, até o momento é apenas um palpite do blog, já que não temos ainda informações seguras. Parabenizamos o IAE e o IEAv por essa grande oportunidade internacional de parceria surgida devido ao acerto de anos atrás do estabelecimento do acordo entre o IAE e o DLR alemão, que certamente trará grandes benefícios ao subprograma de foguetes de sondagens brasileiro e por tabela a tecnologia hipersônica de vanguarda desenvolvida atualmente no IEAv. Ficaremos aqui na torcida pelo sucesso dos foguetes brasileiros já previstos para serem lançados de Woomera, já que isto certamente trará grandes benefícios econômicos e tecnológicos para o IAE, IEAv, para a indústria brasileira e para o Brasil. Avante Brasil!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial