Em Defesa de Uma Educação de Qualidade

Olá leitor!

Recebi hoje (27/12) a carta abaixo do Prof. Marcos Luna, coordenador do “Núcleo Tecnológico do Agreste (NTA)”, de Bezerros (PE), onde o mesmo, após ler a nossa carta de apelo ao IAE/INPE (veja a nota Carta de Apelo ao IAE e ao INPE), motivou-se a escrever esta carta por está desestimulado e decepcionado com a falta de atitude do governo não só com a área espacial, como também com o setor de ciência e tecnologia direcionada a educação. Veja você leitor que não sou o único a reclamar a falta de visão do governo nessa área e conclamo você professor ou não, que tenha algo a dizer, que use esse espaço para opinar e defender esta causa importantíssima para o nosso país.

EM DEFESA DE UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE

EM DEFESA DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA EM
PROL DO DESENVOLVIMENTO NACIONAL

EM DEFESA DO PROGRAM ESPACIAL BRASILEIRO

Duda Falcão

Prezado Duda,

Infelizmente eu não salvei e fiz direto no seu Blog. Fiz um comentário até grande, que na verdade além de parabenizá-lo pela sua ótima reportagem, também fiz pesadas criticas ao sistema brasileiro que é insensível a trabalhos realizados como este no nosso NTA, que já teve a oportunidade de desenvolver com alunos de escolas publicas foguetes que romperam a barreira do som e ao mesmo tempo, a barreira social, pois são alunos de escolas públicas que não dispõem de nenhum recurso financeiro ou tecnológico, a não ser os propiciados pelo NTA.

Dentro de sua reportagem também pude observar outro trabalho interessante, este com Balões Estratosféricos que há muito tempo já realizamos no NTA, utilizando também o Gás nobre Hélio. Neste campo de balões temos um grande incentivador, o Prof. Luciano que realiza lançamento de Balões Estratosféricos com alunos em Roraima.

Como você bem relatou em sua reportagem é normal em países que tem compromisso histórico com o emprego da ciência e tecnologia incentivarem os seus estudantes.

Bem amigo Duda Falcão, você sempre divulgou nosso trabalho no NTA, que além de contar com a área tema principal do seu blog, ou seja, Tecnologia Aeroespacial, saiba que também contamos com o Núcleo Itinerante de Pesquisas Náuticas, onde já desenvolvemos vários equipamentos como o Repelente de Tubarões com ondas eletromagnéticas, Sondas Náuticas, Submarinos Robôs, Submarinos RC e mais recentemente o nosso primeiro Peixe Robô.

No campo da “Geração de Renda” temos o “Projeto Renda em Casa”, onde ensinamos alunos e familiares a aprenderem a fazer vários equipamentos de acordo com a melhor aptidão de cada um, visando com isso criar uma possibilidade para que essas famílias possam ter uma renda complementar trabalhando em casa, já que na cidade onde atuamos com o NTA existe uma grande falta de emprego.

Assim sendo, ensinamos a fazer máquinas de Vending Machines de vários modelos e para vários produtos, máquinas Pneumáticas de fazer massas de Pizza Cone, Placares Eletrônicos para quadras, Relógios com Temperatura para cidades, Reator de UV para tratamento de água com ultravioleta, Dessalinizadores, Brinquedos Eletrônicos, Oratórios que falam, entre tantas outras coisas que possibilitam na sua montagem não só um ótimo aprendizado como esperança de uma renda melhor.

Temos também no NTA o Núcleo de Tecnologia Assistiva, onde fazemos equipamento para deficientes visuais, auditivos, e motores.

E para encerar temos o “Núcleo de Robótica e Mecatrônica”, onde além de serem desenvolvidos os robôs com alunos, opera também como o núcleo responsável por todos os trabalhos do NTA.

Todo este trabalho é realizado sem recursos do Governo e apenas contando com pessoas voluntarias como a Drª Rosaly Lopes, cientista da NASA mundialmente conhecida, inclusive sendo a única brasileira (o) a conquistar até hoje (2005) a conceituada “Medalha Carl Sagan” da prestigiada Sociedade Astronômica Americana.

Além da Drª Rosaly Lopes que é a madrinha dos projetos NTA, o nosso núcleo tecnológico conta com o apoio do Prof. José Felix Santana da Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE (um dos pioneiros em foguetes no Brasil que inclusive muito ajudou na instalação do Centro de Lançamento da Barreira do Inferno a 40 anos atrás), com o apoio do Coronel Neyyf de Sousa (pesquisador de Tubarões), entre tantos outros professores e cientistas do Brasil e de fora do país.

Nós que fazemos do NTA uma realidade, em momento algum recebemos qualquer e-mail da Agencia Espacial Brasileira (AEB), nem mesmo como incentivo ao nosso trabalho aqui no Nordeste do país. Vale lembrar caro Duda, que nada que fazemos contamos com apoio governamental, apenas com as colaborações de parceiros e com a cara e a coragem. Coragem de vender meu próprio carro, como fiz, pra investir em nossos sonhos em ter uma juventude preparada e qualificada em ciência e tecnologia, mesmo estando no NORDESTE.

Para lhe ser sincero amigo Duda, não acredito que em pouco tempo essa mentalidade adotada pelo governo venha mudar, já que investimento em ciência e tecnologia no Brasil e moeda de politicagem e não de política desenvolvimentista, além de não proporcionar voto.

O NTA recebeu recentemente uma proposta para desenvolver nosso trabalho em outro país que felizmente tem outra visão. Não nego que devido a essa dificuldade estamos pensando com atenção em aceitar este convite e ir embora do Brasil, fechando assim o NTA.

Para aqueles seus leitores que não conhece ainda os trabalhos e projetos do NTA, sugiro que façam uma pesquisa através do www.google.com.br buscando o “Prof. Marcos Luna” ou mesmo “Base de Foguetes Drª Rosaly Lopes”.

Como todo Brasileiro não desisto nunca

Prof. Marcos Luna
Coordenador do NTA de todos os Projetos itinerantes nas Escolas
Núcleo Tecnológico do Agreste (NTA)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial