Em Junho Passado a UFABC e a Orbital Engenharia Assinaram Contrato Para Desenvolvimento de Foguete a Propulsão Líquida

Olá leitor!

Diário Oficial da União (DOU) do dia (02/07) publicou um curioso “Extrato de Contrato” do “Ministério da Educação”, que foi celebrado entre a Universidade Federal do ABC (UFABC) e a empresa brasileira Orbital Engenharia, tendo como objeto a execução do projeto “Foguete de Treinamento Básico a Propelente Líquido”, e isto sem valor definido. Abaixo segue este curioso extrato de contrato como publicado no DOU.

“Ministério da Educação
Fundação Universidade Federal do ABC
Reitoria/Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional
Assessoria de Cooperações Institucionais e Convênios

EXTRATO DE CONTRATO

ASSESSORIA DE COOPERAÇÕES INSTITUCIONAIS E CONVÊNIOS

PROCESSO: 23006.001021/2018-25;
ESPÉCIE: TCTC nº 7/2018 celebrado entre a UFABC - CNPJ 07.722.779/0001-06 e a Empresa Orbital Engenharia S.A. - CNPJ 04.318.188/0001-71;
OBJETO: Execução do projeto "Foguete de Treinamento Básico a Propelente Líquido";
COORD: Cristina Autuori Tomazeti;
VALOR: sem valores envolvidos;
VIGÊNCIA: 02/07/2018 a 02/07/2021;
ASSINATURA: 28/06/2018.
SIGNATÁRIOS: UFABC - Reitor - Dácio Roberto Matheus; Orbital Engenharia S.A. - Presidente - Célio Costa Vaz e Diretora de Engenharia - Jaqueline Vaz Maiolino”.

Pois é leitor, além do fato de esse contrato não exemplificar o valor envolvido, o que é muito curioso e estranho, o envolvimento da Orbital Engenharia pode significar que o Motor-Foguete Líquido L15, que tinha sido contratado pelo IAE alguns anos atrás junto a mesma Orbital Engenharia, e cancelado (segundo anunciado na época) por falta de recursos em sua reta final de desenvolvimento, seja agora o motor que será usado neste projeto de “Foguete de Treinamento Básico a Propelente Líquido”, bem como o foguete em si seja uma copia do antigo Foguete VS-15 do IAE, que seria desenvolvido para testar em voo este motor L15, previsto na época também para ser usado como ‘upper stage’ do antigo VLS-1.

De minha parte leitor acho essa notícia fascinante, e espero que esta iniciativa resulte mesmo no lançamento desse foguete e do teste em voo do MPL L15, já que o Brasil precisa ter acesso a essa tecnologia urgentemente.

Conheça um pouco mais sobre as atividades espacias da Orbital Engenharia pelo vídeo institucional da empresa exibido logo abaixo.

Duda Falcão


Comentários

  1. Uma notícia excelente. Tomara que nosso programa espacial avance.

    ResponderExcluir
  2. Felizmente, uma oportunidade de finalizar um projeto que tinha tudo para dar certo no IAE. O Projeto VS-15, que já tinha avanços significativos obtidos com os Projetos Motor L-15 e S.A.M.F., ambos em parceria com a ORBITAL, foi subitamente cancelado em 2010, aparentemente mais por motivações subjetivas que técnicas.

    ResponderExcluir
  3. É uma pena que a empresa Orbital Engenharia não é isso tudo. Nem pagam os funcionários direito! Muitos pais de família com salários atrasados.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial