Agência Espacial Chinesa Lançou Missão Que Pousará no Lado Obscuro da Lua

Olá leitor!

Segue abaixo uma interessante notícia postada ontem (07/12) no site do “Canaltech” destacando que a Agência Espacial Chinesa (CNSA, esta sim uma agencia espacial de verdade) lançou ontem com sucesso uma missão que pousará no lado obscuro da Lua.

Duda Falcão

CIÊNCIA – ESPAÇO

Agência Espacial Chinesa Lança Missão
Que Pousará no Lado Afastado da Lua

Por Patrícia Gnipper
Canaltech
Fonte: CNBC
07 de Dezembro de 2018 às 21h20

Conforme planejado, a agência espacial CNSA, da China, lançou nesta sexta-feira a sonda Chang'e 4 rumo ao lado afastado da Lua, com esta sendo a primeira vez em que uma sonda pousará no hemisfério lunar que não pode ser visto da Terra.

A sonda levará cerca de três dias para chegar a seu destino, onde passará cerca de três semanas em órbita até que o pouso seja feito por volta do dia 1º de janeiro. Isso vai acontecer na cratera Von Kármán, ponto relativamente plano no lado afastado da Lua. Esta face do nosso satélite natural já foi vista e mapeada por sondas orbitais, com a missão chinesa entrando para a história por ser a primeira a efetivamente pousar por lá.

Foto: VCG | Visual China Group | Getty Images)
A missão Chang'4 sendo lançada com sucesso.

Entre os objetivos da missão, estão estudos geológicos deste outro lado lunar, com a sonda analisando o solo da Lua inclusive no que diz respeito ao potencial cultivo de vida vegetal. Ainda, experimentos de radioastronomia serão conduzidos pela primeira vez, tudo isso com o intuito de viabilizar a criação de uma base lunar que permita exploração posterior.

Para conseguir se comunicar com a Terra, o rover contará com um satélite de retransmissão lançado pela agência espacial chinesa em maio deste ano. O satélite Queqiao orbita uma região além da Lua, exatamente em um ponto em que a gravidade lunar e a da Terra se compensam mutuamente. E, deste ponto, o satélite consegue se comunicar tanto com a Terra, quanto com a superfície do lado afastado da Lua onde a sonda Chang'e 4 pousará.

A China vem investindo pesado na expansão de seu programa espacial, tanto por meio da CNSA, quanto contando com empresas apoiadas pelo Estado. O país investiu mais de US$ 217 milhões em 2018 nesse sentido, já tendo investido outros US$ 230 mi no ano passado. E as próximas missões espaciais chinesas já estão em desenvolvimento, com as Chang'e 5 e 6 planejando voos tripulados dentro da próxima década.


Fonte: Site do Canaltech - https://canaltech.com.br

Comentário: Pois é leitor, muito bonito este foguete Chinês, né verdade? É mais ele é fruto das atividades espaciais de uma nação de verdade que sabe o que quer, tem compromisso com o que faz e tem consciência da importância de se ter acesso ao espaço. Se lá no inicio das atividades espaciais humanas os pioneiros já enxergavam que seria assim, imagine hoje quando a corrida humana para o espaço se ampliou para varias nações do mundo.  Entretanto a importância desta missão chinesa para mim se resume a duas questões (fora da pauta de sua missão é claro): Será que os chineses encontrarão no lado obscuro da lua as tais evidencias extraterrestres que os defensores das Teorias da Conspiração e ufólogos dizem existirem graças às supostas fotos tiradas pelas sondas espaciais da NASA nos anos 60? E caso encontre essas evidencias, os chineses divulgarão publicamente este resultado? Vamos aguardar. Aproveito para agradecer ao nosso leitor Rui Botelho e ao Prof. Alysson Diógenes (UP de Curitiba) pelo envio desta curiosa notícia. Ahhhhh e parabéns aos Chineses, eles sim fazem parte de um dos povos admiráveis que temos na superfície deste planetinha azul.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022