CLBI Realiza com Sucesso a 600ª Operação de Lançamento

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (20/09) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB) destacando que o Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI) realizou com sucesso dia 19/09 a sua 600ª Operação de Lançamento (Operação Barreira VII).

Duda Falcão

600ª Operação da Barreira do Inferno
Lança Foguete de Treinamento

CLBI
20-09-2012

O Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI) realizou com sucesso no último dia 19 de setembro o lançamento de um Foguete de Treinamento Básico.

A Operação objetivou manter a capacitação dos recursos humanos e os meios operacionais, além de obter a qualificação e a certificação do foguete, cumprindo as metas do Programa Nacional de Atividades Espaciais.

Duzentos e sessenta alunos da Rede de Ensino do Rio Grande do Norte com idade entre 3 e 17 anos, assistiram do Centro de Cultura e Informações Turísticas (CCEIT) a palestra institucional do CLBI e, em seguida, acompanharam o lançamento do foguete. “No momento do lançamento o que vimos foi a vibração de todos eles. É como se soubessem a dimensão da importância do lançamento, do domínio da tecnologia brasileira. Eles comemoraram com aplausos e gritos a tecnologia que estarão usufruindo em seus futuros”, assinalou Silvânia Barreto, Coordenadora do CCEIT.

Esta Operação registra a emblemática marca de seiscentas operações realizadas pelo CLBI primando pelo profissionalismo e pela excelência.


Fonte: Agência Espacial Brasileira (AEB)

Comentário: Grande marca para o PEB, e pensar que tudo isso começou por volta de 1965 por iniciativa de grandes brasileiros visionários como o "Coronel Ivan Janvrot Miranda", integrante do pioneiro “Grupo de Trabalho de Estudos e Projetos Espaciais (GTEPE)”, órgão da Aeronáutica que na época era o responsável, entre outras coisas, de escolher e implantar no Brasil um campo de lançamento de foguetes que viria a ser mais tarde o CLBI. Infelizmente, após o governo Sarney (o único presidente civil a realizar algo de significativo para o programa), a falta de apoio, as vezes chegando a total irresponsabilidade como no governo Fernando Henrique Cardoso, nos levou a atual situação de quase sucateamento. Lamentável!

Comentários

  1. Um marco sem dúvida.

    Muito importante, e até difícil de ser batido, pois de 64 a 85, apesar dos muitos pesares, os projetos de interesse do País como o Espacial e o Nuclear eram tratados como sendo de interesse estratégico para a nação.

    Hoje em dia, com esse modelo de gestão pública ridículo, se conseguirem manter o CLA funcionando mesmo nessas condições extremamente precárias e limitadas, já será um feito.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022