Abertas Inscrições para o XII ENEE

Olá leitor!

Segue uma nota postada dia (03/09) no site da “Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República (SAE)” destacando que estão abertas as inscrições para o XII Encontro Nacional de Estudos Estratégicos (XII ENEE) que terá como tema “O Setor Espacial Brasileiro: Cenário Atual e Perspectivas”.

Duda Falcão

Defesa | Destaque | Matérias

Abertas as Inscrições para o XII ENEE
com o Tema “O Setor Espacial Brasileiro:
Cenário Atual e Perspectivas”

Brasília, Seg, 03-09-2011


Com o tema “O setor espacial brasileiro: cenário atual e perspectivas”, a Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) da Presidência da República vai promover o XII Encontro Nacional de Estudos Estratégicos (XII ENEE), que será realizado no Rio de Janeiro, nos dias 7, 8 e 9 de novembro de 2012.

Esta edição do encontro pretende examinar questões estratégicas para o País e para o setor da Defesa e, com isso, produzir subsídios para a formulação de políticas públicas mais eficazes. A programação inclui duas conferências, além de seis painéis – dos quais participarão especialistas e autoridades em áreas específicas.

Os painéis irão discutir temas como o cenário internacional – o setor espacial brasileiro no contexto global; o cenário nacional – condução da política espacial brasileira; as contribuições da tecnologia espacial na solução de problemas de Defesa; as contribuições da tecnologia espacial na solução de problemas socioambientais e a participação da indústria nacional nos programas de desenvolvimento de tecnologias e sistemas espaciais.

A organização do XII ENEE espera a participação de 800 pessoas, entre autoridades, especialistas, servidores públicos, acadêmicos, membros da comunidade científica, representantes de organizações não governamentais (ONGs) e do setor privado, militares e estudantes. A participação no evento é aberta e gratuita, mas as vagas são limitadas. As inscrições poderão ser realizadas pelo site.


Fonte: Site da Secretária de Assuntos Estratégicos (SAE)

Comentário: Sinceramente me parece mais um desses eventos onde idéias repetitivas serão jogadas ao vento, mas que não resultarão em nada de prático como os diversos eventos anteriores. Mas enfim, está ai a notícia.

Comentários

  1. Concordo plenamente com o Duda.

    É aquela de "dar luz a cego".

    A maioria das coisas que se deve fazer já foram expostas e publicadas, mais de uma vez e por vários órgãos distintos, assim como também as que não deveriam ter sido feitas.

    No entanto, de nada adianta, pois as entidades goveramentais responsáveis por implementar o programa estão subordinadas a um sistema de administração pública falido que inviabiliza a sua execução.

    Quando vemos orgãos do próprio governo lutando entre si por interesses completamente antagônicos como se pode pretender executar alguma coisa?

    Um exemplo é o do CLA. Ou bem se implementa uma base de lançamento de foguetes segura e adequada aos interesses nacionais, ou bem se protege os costumes de uma população ancestral.

    Um desses objetivos deve ser escolhido, pois eles são obviamente antagônicos. E do jeito que está hoje, nem os costumes e segurança física da população quilombola estão protegidos, nem a base de lançamento vai se tornar comercialmente viável.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Ouviu o Barulho no Céu? Entenda o Fenômeno Que Assustou os Brasileiros no Último Final de Semana

Operação CRUZEIRO: Primeiro Ensaio em Voo de um Motor Aeronáutico Hipersônico Brasileiro