INPE/Rede CLIMA Levam Teste da Peg. Ecológica p/ Escolas

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (28/09) no site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) destacando que o instituto e a Rede CLIMA levam teste da Pegada Ecológica a escolas e instituições.

Duda Falcão

INPE e Rede CLIMA Levam Teste da
Pegada Ecológica a Escolas e Instituições

Sexta-feira, 28 de Setembro de 2012

Descobrir a Pegada Ecológica de estudantes e profissionais das cidades de São José dos Campos, Cruzeiro, Cachoeira Paulista e Canas, no Vale do Paraíba (SP), é a ação programada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e Rede CLIMA (Rede Brasileira de Pesquisas sobre Mudanças Climáticas Globais) para a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2012. A atividade tem o apoio do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Mudanças Climáticas (INCT-MC) e do Centro de Ciência do Sistema Terrestre (CCST) do INPE. A SNCT, que acontece de 15 a 21 de outubro, tem como tema este ano “Economia verde, desenvolvimento sustentável e erradicação da pobreza”.

Pegada Ecológica é uma medida da área (em hectares globais, que abrangem terra e mar) que ocupamos para a construção de prédios e rodovias e para o consumo da água, do solo para plantio agrícola, da vida marinha e de outros elementos que compõem a biodiversidade do planeta. Para obter a Pegada Ecológica também se leva em conta a emissão de gases de efeito estufa (principalmente o gás carbônico - CO2) na atmosfera e poluentes no ar, na água e no solo.

Para viabilizar a atividade no Vale do Paraíba, a Rede CLIMA/INCT-MC desenvolveu um Teste da Pegada Ecológica, adaptado do Global Footprint Network. Durante uma semana, uma equipe da Rede CLIMA percorrerá escolas, empresas e instituições públicas de São José dos Campos para aplicar o teste eletronicamente. A meta na cidade é colher uma amostra de 750 respostas. Em Cachoeira Paulista, Cruzeiro e Canas, o teste será aplicado pela equipe do CCST/INPE em alunos da rede pública de ensino. Os resultados, filtrados por sexo, faixa etária, grau de instrução, faixa de renda familiar e localidade, serão posteriormente divulgados.

O teste da Pegada Ecológica nos dá uma ideia de como um indivíduo, cidade ou país utilizam os recursos naturais, conforme os hábitos de consumo e estilos de vida. Esse uso de recursos deve ser compatível com a capacidade natural do planeta em regenerá-los. No entanto, os dados recentes mostram que estamos consumindo em média 50% a mais do que a capacidade de reposição do planeta. Isso significa que precisamos de um planeta e meio para manter nossos padrões de vida atuais.

Veja abaixo quantos planetas Terra precisaríamos ter, para viver e consumir conforme os padrões médios atuais dos habitantes de cada continente, segundo a WWF Brasil (dados de 2004):

América do Norte
5,22
Estados Unidos
5,33
Canadá
4,22
Europa
2,66
Alemanha
2,56
Suécia
3,38
Ásia Oriental e Oceania
0,72
Japão
2,44
China
0,88
Índia
0,44
Austrália
3,66
África
0,61
África do Sul
1,27
Somália
0,22
América Latina
1,11
Brasil
1,16
Argentina
1,27
Fonte: WWF BRASIL, 2004


Fonte: Site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial