Brasil e Reino Unido Firmam Acordo em C&T

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada dia (22/06) no site do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) destacando que como já havíamos anunciado (veja a nota “Rapidinha 2”) o Brasil assinou um Acordo em C&T com o Reino Unido que envolve também a área espacial.

Duda Falcão

Brasil e Reino Unido Firmam Acordo em C&T

22/06/2011 - 13:32

Crédito Lecino Filho
Mercadante e o ministro Willets, do Reino Unido

O ministro da Ciência e Tecnologia (MCT), Aloizio Mercadante, e o ministro para Universidades e Ciências do Reino Unido, David Willetts, firmaram hoje (22), em Brasília, acordo de cooperação em Ciência, Tecnologia e Inovação. O convênio afirma o interesse mútuo em explorar pesquisas conjuntas em geração de biocombustível, ecossistemas sustentáveis, tecnologias espaciais e limpa.

Os representantes dos dois países discutiram as parcerias em educação superior e pesquisa científica, a fim de expandir a mobilidade de trabalhadores e estudantes entre o Reino Unido e o Brasil. Participaram do evento, no MCT, autoridades brasileiras da área de C&T e representantes de empresas e do governo britânicos.

Mercadante destacou o momento econômico do Brasil, promissor no desenvolvimento do conhecimento, na economia, na formação de recursos humanos e inclusão social. Ele disse que há interesse da participação do Reino Unido no programa Ciências sem Fronteira, do Governo Federal, que prevê, até 2014, 75 mil bolsas do nível médio ao pós-doutorado no exterior.

“Queremos focar as áreas de biotecnologia, nanotecnologia, exatas e particularmente as engenharias. A Inglaterra é um parceiro muito importante”, disse o ministro brasileiro.

O ministro britânico Willetts mostrou interesse em colaborar com o Brasil e disse que acordos internacionais na área de educação são fundamentais para o progresso de qualquer país. “Queremos os cientistas britânicos e brasileiros trabalhando juntos”, disse Willetts.

Para o diretor da empresa inglesa Mira Ltda, George Gillespie, o Brasil tem forte capacidade de engenharia veicular que pode ser compartilhada com sua instituição, líder na área e fornecedora de serviços para os setores automotivo, ferroviário e construção. Gillespie disse que em breve será instalada uma filial da Mira, em São Paulo.

Entre os serviços que a empresa oferece estão design de veículo, engenharia de baixo carbono e sistema de transporte inteligente. “Vejo uma ótima oportunidade no Brasil na área de produção veicular”, disse o diretor.

Além da Mira, participaram representantes das empresas ARM Holdings e BG Group (British Gas). A ARM é líder mundial em fornecimento de propriedade intelectual em semicondutores. A BG Group lidera o mercado global de energia, com operações em mais de 25 países dos cinco continentes.


Fonte: Site do Ministério da Ciência Tecnologia (MCT)

Comentário: Sugiro aos estudantes e pesquisadores brasileiros que busquem maiores informações com o MCT sobre esse acordo, pois está surgindo ai uma nova oportunidade. Boa sorte para todos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

Janeiro de 2015 Registra Recorde de Focos de Queimadas Detectados Por Satélite