Subvenção Econômica da FINEP


Olá leitor!

Abaixo segue uma nota postada ontem 14/07 pelo companheiro jornalista André Mileski em seu blog “Panorama Espacial” abordando a publicação por parte da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) da lista preliminar de projetos selecionados para o Programa de Subvenção Econômica à Inovação de 2009.

Duda Falcão

Subvenção Econômica da FINEP

A Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), empresa pública ligada ao Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) divulgou em 14 de julho a lista preliminar de projetos selecionados para o Programa de Subvenção Econômica à Inovação de 2009. De um total de 2.558 propostas recebidas, foram selecionadas 199, nas seis áreas do edital (Tecnologias da Informação e Comunicação, Saúde, Desenvolvimento Social, Defesa Nacional e Segurança Pública, Energia e Biotecnologia). A área de Defesa Nacional e Segurança Pública classificou 31 projetos, alguns deles relacionados à tecnologia espacial. Pelas descrições informadas pela FINEP, o blog identificou duas propostas:

- Estação de telemetria de solo para Veículo Lançador de Satélite, apresentada pela empresa Delsis Engenharia, Comércio e Representação Ltda., de São Paulo, que solicita R$ 1.839.580,00; e

- Sistema de comunicação transportável via satélite para guerra eletrônica e comunicação tática, apresentada pela RF Com Sistemas Ltda., de São Paulo, que solicita R$ 2.271.402,00.

Algumas empresas brasileiras tradicionais do setor espacial, como a Equatorial Sistemas e a Omnisys tiveram alguns projetos não espaciais selecionados. A Equatorial Sistemas solicitou pouco mais de R$ 1,5 milhão para o desenvolvimento de um Sistema de Detecção de Lançamento de Míssil (SDLMI). Já a Omnisys teve três propostas aceitas, a de Sistemas de Medidas de Apoio Eletrônico (SMAE), auto diretor (seeker radar), e antena para radar de defesa e controle aéreo em banda L, projetos que variam de R$ 1,590 milhão a R$ 4,9 milhões.

Este ano, serão destinados R$ 450 milhões em recursos não reembolsaveis, divididos nas seis áreas estratégicas, para serem usados em iniciativas que envolvam iniciativas inovadoras em Ciência e Tecnologia. À área de Defesa Nacional e Segurança Pública, serão disponibilizados R$ 80 milhões.


Fonte: Blog Panorama Espacial - André Mileski

Comentário: Achei muito tímida a participação da área espacial nessa lista, mas como a mesma é ainda preliminar, sinceramente espero que sejam acrescentados outros projetos posteriormente. Vamos aguardar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial