Pensando no Futuro o LIneA Manisfeta ao MCTI Seu Interesse em Apoiar Novos Projetos

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada dia (25/10) no site do “Laboratório Interinstitucional de e-Astronomia (LIneA)” destacando que o LineA manifestou ao Ministério de Ciência Tecnologia e Inovação (MCTI) o seu interesse de apoiar os projetos SDSS-IV, DESI e LSST.

Duda Falcão

LIneA Pensando no Futuro

25/10/2013

O LIneA tem como parte de sua missão apoiar a participação de pesquisadores brasileiros em grandes levantamentos. Para tal, manifestou ao MCTI seu interesse de apoiar os projetos SDSS-IV, DESI e LSST, sendo este último também apoiado pelo LNA e com o envolvimento da RNP. Estes projetos contam com participação dos principais laboratórios nacionais americanos, universidades e consórcios internacionais, além do apoio do Departamento de Energia e do National Science Foundation, ambos do governo americano. Esta conjunção de esforços tornam estes investimentos de baixo risco, de grande impacto e uma excelente plataforma para a formação e inserção internacional de pesquisadores jovens. Com um modesto investimento anual o MCTI pode assegurar o envolvimento de pesquisadores brasileiros nos grandes projetos das próximas duas décadas, garantindo a sua participação na ciência de fronteira, atendendo um enorme espectro de interesses científicos, ao mesmo tempo que consolida tecnologias para o gerenciamento e análise grandes volumes de dados. Tudo isto com uma excelente razão custo/benefício. A função do LIneA é dar apoio a estes projetos utilizando sua infra-estrutura, seus inúmeros serviços e a experiência já acumulada no apoio ao SDSS-III e DES.

Estes projetos fazem parte de uma importante sequência de levantamentos espectroscópicos e fotométricos que servem de base não só para o estudo da natureza da energia escura, um dos tópicos fundamentais da física moderna, como também para a grande maioria de projetos observacionais que podem basear suas pesquisas diretamente nos dados produzidos por estes levantamentos ou para serem complementados por observações realizadas em outros telescópios A participação brasileira nestes projetos assegura o envolvimento no Brasil na fronteira do conhecimento pelas próximas duas décadas. A participação de estudantes e pós-doutores é encorajada pois a eles pertence o futuro delineado por esta proposta.

Em novos blogs divulgaremos mais informações a respeito destes projetos. No entanto, para dar uma ideia da envergadura dos mesmos, mostramos uma animação a respeito do levantamento LSST que produzirá dados sem precedentes na história da astronomia. Veja animação sobre o LSST no link Animation Collage – April 2011


Fonte: Site do LIneA - http://www.linea.gov.br/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022