Justiça Suspende Demissão de 71 Funcionários do INPE

Olá leitor!

Segue abaixo uma pequena nota publicada ontem (11/10) no site do jornal “O VALE”, destacando que a justiça suspendeu a demissão de 71 funcionários do INPE por 45 dias.

Duda Falcão

NOSSA REGIÃO

Justiça Suspende Demissão
de 71 Funcionários do INPE

A medida vale por 45 dias. Neste prazo, deve ser assinado um
termo de ajustamento de conduta em que o governo federal
se compromete a realizar concurso para estas funções

São José dos Campos
October 11, 2013 - 14:38

A Justiça Federal suspendeu por 45 dias a demissão de 71 funcionários do INPE que foram contratados temporariamente para trabalhar no CPTEC (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos), de Cachoeira Paulista, e no Laboratório de Combustão e Propulsão.

De acordo com o sindicato da Ciência e Tecnologia, neste prazo deve ser assinado um termo de ajustamento de conduta em que o governo federal se compromete a realizar concurso para estas funções. O acordo foi fechado na noite de ontem.

Relembre - 71 servidores temporários contratados do CPTEC correm risco de demissão. A decisão judicial é da 2ª Vara da Justiça Federal de São José dos Campos, que determinou a anulação de 111 contratos temporários feitos pelo INPE e anulou parcialmente um edital que resultou na contratação de outros 15 não efetivos.

A ação civil contra as contratações foi proposta pelo Ministério Público Federal, que denunciou uma possível terceirização de mão de obra para suprir as atividades de rotina de um órgão público.

A sentença foi proferida no dia 27 de agosto último e o INPE teve 45 dias para cumprir a decisão.


Fonte: Site do Jornal “O VALE” - 11/10/2013

Comentários

  1. Mais uma vez, correndo o risco de ser tachado de chato...

    Qualquer tentativa de fazer a "máquina" funcionar num sistema legalista dá nisso. Contratam fora da lei, ai tem que entrar na justiça, e no contexto todo, o que isso acrescenta ao nosso programa espacial? Conhecimento jurídico?

    Mais uma vez estão querendo nos fazer crer no inacreditável.

    Aqui no Rio, os professores não se renderam, continuaram em greve e fazendo manifestações, mesmo sofrendo ameaças de toda ordem. Hoje a justiça decidiu tornar inválida a sessão armada na câmara dos deputados para aprovar o plano de carreira imposto a eles pelo prefeito.

    Com isso eles mostraram quem é que manda. O executivo e o legislativo daqui que tentaram impor a sua vontade. Agora sabem o seu lugar. Eles são apenas representantes da vontade do povo.

    Por outro lado, na área que nos afeta nesse ambiente de discussão, o que se vê é justamente o contrário. Todos os profissionais acomodados e aparentemente satisfeitos com a situação sob um sindicato inerte.

    Enquanto essa situação perdurar, não há do que reclamar.

    Quem cala consente.
    Quem fala convence.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial