IBAMA Aprova Audiência Pública Realizada em São Luís


Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia postada hoje (05/02) no site da Alcântara Cyclone Space, destacando que IBAMA ficou satisfeito com a segunda Audiência Pública da ACS realizada em São Luís dia 21 de janeiro.

Duda Falcão

IBAMA Satisfeito com Audiência Pública Realizada em São Luís

05/02/2010

No dia 21 de Janeiro, uma segunda Audiência Pública foi realizada e coordenada pelo IBAMA. O pedido havia sido feito Ministério Público Federal (MPF) no Estado do Maranhão, que não participou da Audiência Pública realizada em Alcântara, mas, desta, fez-se presente.

Novamente moradores das comunidades de remanescentes de quilombolas, representantes da sociedade alcantarense, representantes dos poderes públicos municipal, estadual e federal, integrantes de Organizações Não Governamentais, sindicatos e estudantes de São Luís assistiram aos esclarecimentos prestados pela Alcântara Cyclone Space (ACS).

Ficou bastante evidente que as comunidades de remanescentes de quilombolas de Mamuna, Baracatatiua e Brito participarão do processo de negociação que definirá as ações práticas a serem adotadas para mitigar os impactos ambientais gerados pela instalação do Complexo Terrestre Cyclone-4.

Todos os integrantes da mesa, inclusive o representante do IBAMA e presidente da mesa, demonstraram estarem satisfeitos com o resultado da Audiência. Cerca de 200 pessoas estiveram presentes, com presença menor de moradores de Alcântara, o que reforçou a importância da Audiência Pública realizada no final de 2009, em Alcântara.


Fonte: Site da Alcântara Cyclone Space (ACS)

Comentário: Fazer o que? Dizer o que? Continuar lamentando o desastre que se avizinha.

Comentários

  1. A Ucrânia está enfrentando um sério problema político, que vem se arrastando desde o fim da URSS. Os ucranianos são ligados aos russos desde o Império Czarista e depois com a formação da URSS. Independência mesmo, só estão conhecendo agora, após a queda do comunismo. O problema que enfrentam é que durante a URSS, a Ucrânia era vista com um todo e para incentivar o nacinalismo soviético, várias famílias russas e ucranianas foram deslocadas entre as antigas repúblicas, para ter uma heterogenia dentro da URSS. Resultado, desde a indepedência, existem dois grupos no país politicamente falando. Os que querem uma estreita ligação com a Russia e os que querem uma ligação com a União Europeia. É claro que o lobby russo joga pesado na região e já deu o que falar na ultima eleição, quando o atual presidente, Viktor Yushchenko, foi envenenado durante a campanha, mas conseguiu sobreviver e acusou os antigos camaradas russos da KGB, a mando do Sr.Vladimir Putin. Ele sempre foi uma pedra no sapato dos russos, nos ultimos 5 anos. Agora, estamos em época de eleição, e o lider oposicionista, Victor Ianukovitch, é pró-Russia, e pode mudar o Status-co da Ucrânia novamente. Independentemente de qual dos dois candidatos(a caditada da situação apoiada por Yuschenko, é a primeira ministra,Iúlia Timochenko e é pró-Europa) vença as eleições presidenciais na Ucrânia, o futuro Presidente do país tem sérios problemas para resolver, mais uma vez, o país sairá dividido. Da ultima vez, quase houve uma guerra civil. Então é mais um problema para o acordo com os Ucranianos da ACS. Teriamos muito mais vantagem, se tivessemos criado um acordo com os Russos e perdemos a oportunidade.

    ResponderExcluir
  2. Pois é Ricardo,

    Mais um empecilho para essa mal engenhada parceria com os ucranianos. É como eu venho dizendo há tempos, dificilmente esse acordo irá resultar em algum real benefício para o Brasil.

    Abs

    Duda Falcão
    (Blog Brazilian Space)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022