Foguete FTB Lançado com Sucesso da Barreira do Inferno


Olá leitor!

Segue abaixo uma notícia publicada hoje (25/02) pelo “Jornal Diário de Natal Online” destacando que o lançamento do “Foguete de Treinamento Básico (FTB)” ocorreu com sucesso do “Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI)” as 15h30 de hoje.

Duda Falcão

Foguete é Lançado Com Êxito da Barreira do Inferno

25/02/2010 às 17:47

Ana Amaral/DN/D.A.Press
O Centro de Lançamento da Barreira do Inferno, CLBI, unidade do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial lançou com êxito, pontualmente às 15h30, da tarde desta quinta-feira (25), um foguete de treinamento básico como resultado da Operação Barreira I. A operação tem como objetivo exercitar a estrutura de coordenação e com isso testar os sistemas de comunicação, integração e montagem, em estudos realizados pelo centro.

O foguete, que atingiu uma velocidade 400 m/s, caiu a 16 km da costa, ultrapassou 1 km do percurso planejado. De acordo com o Coronel Medeiros, um dos responsáveis pelo lançamento, isso está dentro da margem estipulada pela equipe e dentro da normalidade, o que caracteriza o lançamento como um sucesso.

O CLBI participou, em 2009, de quatro lançamentos deste tipo, 02 em São Luiz do Maranhão e 02 em Natal, e todos alcançaram o resultado esperado: o de garantir a qualificação técnica dos recursos humanos e a manutenção dos meios operacionais necessários às atividades do Programa Nacional de Atividades Espaciais - PNAE.

Da redação do DIARIODENATAL.COM.BR


Fonte: Site do Jornal Diário de Natal Online - 25/02/2010

Comentário: Mais um lançamento realizado pelo Comando da Aeronáutica visando manter as equipes de técnicos e engenheiros afinadas para os dois lançamentos de foguetes de médio porte que estão previstos para ocorrerem ainda esse ano (VSB-30 e VS-40) e também para as operações de lançamentos de grande porte dos foguetes VLS-1 e Cyclone-4, previstas para ocorrem nos próximos anos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial