A Grande Sacada da Edge Of Space, Avante Brasil

Olá leitor!

Como anunciado aqui no blog anteriormente (veja a nota I Workshop em Engenharia Aeroespacial da UFABC) a Universidade Federal do ABC realizou entre os dias 23 e 25/11 esse workshop com a participação de diversos profissionais e instituições do Programa Espacial Brasileiro (PEB).

E foi durante a palestra do Eng. José Miraglia do grupo paulista “Edge Of Space” que foi anunciada ainda que timidamente (postarei aqui uma nota em breve esclarecendo melhor) a notícia que venho guardando a sete chaves desde o início do ano a pedido do engenheiro.

É sabido por todos as dificuldades que passa o LPL/APE do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE) para o desenvolvimento do motor-foguete líquido L75 (75 kN) devido a falta de foco do governo e principalmente pela falta de um quadro maior de servidores especializados, fora o fato do envelhecimento do quadro atual do instituto como um todo.

Assim sendo, neste quadro de incertezas quanto ao projeto do L75 do IAE é que surge o acordo assinado entre o grupo “Edge Of Space” e a empresa estrangeira “EdePro” para o desenvolvimento de motores-foguetes líquidos movidos a propelentes verdes de 50 kN. Passo crucial para podermos finalmente alcançamos a auto-suficiência em foguetes capazes de atender todas as nossas necessidades de lançamento de satélites previstos ou ainda a serem previstos no PNAE.

Durante a palestra (o leitor pode ter acesso a mesma pelo link: http://www.edgeofspace.org/palestra.pdf) o Eng. José Miraglia, um verdadeiro representante do grupo de pessoas reconhecidas pelo blog como “Gente que Faz”, apresentou ao público presente um breve histórico do desenvolvimento de motores-foguetes líquidos no mundo e ainda superficialmente os projetos do Motor de 50 kN, os projetos dos motores-foguetes verdes já desenvolvidos e atualmente em desenvolvimento pelo grupo (10N, 20N, 100N, 150N, 1000N), além do projeto do foguete de sondagem suborbital “Edge” (já abordado anteriormente aqui no blog, veja a nota Concepção Artística do Foguete Suborbital "Edge") e do Foguete de Sondagem Reutilizável FSR 2.0, este em parceria com a empresa “EdePro”.

Parabenizamos publicamente o grupo paulista “Edge Of Space” coordenado pelo Eng. Aeroespacial José Miraglia pela grande sacada e acompanharemos de perto todo o processo de desenvolvimento desses projetos que certamente ajudarão a revolucionar o setor aeroespacial do país.

Duda Falcão


Fonte: Edge Of Space

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

O CLA e Sua Agenda de Lançamentos Até 2022