Deputados Federais Maranhenses Discutem CLA


Olá leitor!

Na mesma página do jornal “O Estado do Maranhão” de hoje (14/08), enviada a mim pelo leitor maranhense Edvaldo Coqueiro, foi postada a notícia abaixo sobre uma reunião dos deputados da bancada federal do Maranhão na quarta- feira em Brasília com o senador Edison Lobão Filho (PMDB) para discutirem a questão do CLA.

Duda Falcão

Deputados Discutem a Situação do Centro no MA

BRASÍLIA - Mesmo após o ministro Nelson Jobim ter descartado a possibilidade de retirar o Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) do Programa Espacial Brasileiro (PEB), os deputados da bancada federal do Maranhão reuniram-se quarta- feira em Brasília com o senador Edison Lobão Filho (PMDB) para discutirem a questão do CLA. A reunião foi um pedido do deputado Pedro Fernandes (PTB-MA) diante da ameaça de pulverização dos investimentos tecnológicos para outras localidades do Brasil, como o Ceará, fato que fez a bancada buscar um consenso na reunião.

Segundo o deputado Domingos Dutra (PT), essa ameaça não passa de "chantagem". "Eu sempre ouvi dizer que não existe melhor localização no Brasil do que Alcântara e agora eles estão com essa chantagem para pressionar as comunidades. Os quilombolas nunca quiseram a saída do CLA e sim uma negociação e o direito de posse", disse.

Lobão Filho disse que não compartilha da opinião de Dutra pois testemunhou conversas de bastidores que ameaçam Alcântara. "O Ministério da Defesa não quer acabar com Alcântara, mas diante das dificuldades de ampliação, os investimentos serão diminuídos e levados para outros estados ,e isso é ruim para nós. Devemos lutar para que os investimentos se concentrem no Maranhão", opinou o senador.

O fato é que a grande questão divergente sempre se refere às comunidades quilombolas da região que se sentem prejudicadas com a expansão do CLA. A visão mais radical é encabeçada por Dutra, mas todos os parlamentares demonstraram-se preocupados com a questão, acreditando em uma "cota" de sacrifício para expandir e manter todos os projetos de lançamento no estado.

"O Maranhão não pode mais uma vez perder essa oportunidade. Esse impasse vai inviabilizar a construção de pontos de lançamentos para fins comerciais. Temos que ver as necessidades dessas comunidades, conversar com eles e chegar a um acordo em que ninguém sofra prejuízo. Eu me disponho a ir conversar com essas comunidades. Acho que todos temos que ir a Alcântara e fazer essa mediação", convidou Pedro Fernandes.


Fonte: Jornal "O Estado do Maranhão"

Comentário: Estou cansado desse jogo de cena político, precisamos dar um basta em nosso país nesse tipo de blá-blá-blá político sem sentido que tem como única intenção dar uma resposta a seus eleitores, nada mais do que isso. Afinal está claro que a idéia (pelo menos por enquanto) do aloprado presidente da AEB, Carlos Ganem, foi rechaçada pelo outros atores dessa novela e a maior prova disso é o convênio assinado ontem entre o MCT/AEB e o Governo do Maranhão para as obras de reparo ao acesso do município de Alcântara e consequentemente ao CLA. Além disso, a ACS está lançando hoje (14/08) o aviso de concorrência (1ª Fase - Pré-qualificação) para as obras civis relacionadas com o sítio de lançamento do foguete Cyclone 4 no Centro de Lançamento de Alcântara, que já foi abordado aqui no blog (veja a nota ACS Lança Aviso de Concorrência para Obras no CLA). Outro ponto a ser colocado é que esse problema com as comunidades quilombolas é só uma questão de negociação e de tempo para que o mesmo seja resolvido. Agora, para que isso aconteça é necessário sair de Brasília e ir a luta em campo, ou seja agir nessa direção e deixar o blá-blá-blá e as lamentações de lado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial