Microbiologista Formado na UEL Participa de Pesquisa Aeroespacial da NASA

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada dia (15/11) no site da “Universidade Estadual de Londrina (UEL)” destacando que um microbiologista formado na nesta universidade, participará de pesquisa aeroespacial da NASA.

Duda Falcão

Microbiologista Formado na UEL Participa
de Pesquisa Aeroespacial da NASA

Agência UEL
15/11/2018


O ex-aluno do curso de Ciências Biológicas da UEL e do Mestrado em Genética e Biologia Molecular, Ivan Gláucio Paulino Lima, que atua na Blue Marble Space Institute of Science, instituto que presta serviços para a NASA, Agência Aeroespacial Norte-americana, participa nesta segunda-feira (19) do lançamento da Missão Espacial PowerCell, que deverá testar efeitos de diferentes níveis de gravidade em experimentos biológicos. Paulino Lima trabalha atualmente como pesquisador no Centro Ames de Pesquisas da NASA, localizado na Califórnia, nos Estados Unidos. O lançamento está marcado para esta segunda-feira, no centro de lançamentos de Vandenberg, na Califórnia.

A Missão PowerCell é uma parceria entre a NASA e a agência espacial alemã DLR. Segundo e-mail enviado pelo pesquisador a Agência UEL, o foguete Falcon 9 (SpaceX), que já esteve duas vezes no espaço, fará o lançamento do satélite que contém o experimento do brasileiro, juntamente com outros 64 microssatélites e cubesats (tipo de satélite miniaturizado usado para pesquisas espaciais e comunicações).

As pesquisas desenvolvidas pelo microbiologista brasileiro serão as primeiras relacionadas à biologia sintética a entrarem em órbita, com foco em microrganismos resistentes que podem proliferar em diferentes condições gravitacionais, e sintetizar açúcares e proteínas.

Entre os experimentos que serão enviados pelo Falcon 9, por coincidência, está o ITASAT, microssatélite desenvolvido pela equipe do Instituto de Pesquisa da Aeronáutica (ITA), aqui no Brasil.

"Aproximadamente 20 minutos após o lançamento, assistiremos também o pouso do primeiro estágio do foguete. Será a segunda vez que a SpaceX, empresa responsável pelo lançamento do foquete, realizará um pouso em Vandenberg, mas a primeira a retornar um foguete que completará três viagens ao espaço. Ou seja, se tudo correr conforme o planejado, será um marco histórico para a SpaceX também", comentou o pesquisador em seu comunicado.


Apesar de morar nos Estados Unidos, atuando em importante programa espacial, o ex-aluno, que também foi professor da UEL, faz questão de manter vínculos com a universidade, onde se formou há 14 anos. Em 2016, ele proferiu a palestra de abertura do 6 Congresso Paranaense de Ciências Biomédicas, realizado em Londrina, quando falou sobre o tema "O Papel da Biomedicina e das Ciências da Vida para a Expansão da Presença Humana no Espaço".

Confira a entrevista concedida pelo pesquisador à TV UEL em 2016. 


Fonte: Site da Universidade Estadual de Londrina (UEL)

Comentário: Pois é leitor, a primeira vez que ouvir falar do Dr. Ivan Gláucio Paulino Lima foi em Junho de 2010 (veja aqui), isto ainda nos primórdios da Astrobiologia Brasileira, quando ele era pesquisador da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Naquela época ele submeteu colônias de Deinococcus radiodurans a condições similares às encontradas no espaço, comprovando assim que elas sobreviviam com relativa facilidade a doses altíssimas de radiação. Esse jovem, sem duvida alguma, é um dos mais promissores Astrobiólogos do Brasil. Tenho aqui a sensação leitor de que, se não fosse à tremenda incompetência do Sr. Braga Coelho e de sua trupe de apoiadores que destruíram (entre outras coisas) o "Programa Microgravidade" da nossa Agencia Espacial de Brinquedo (AEB), o Dr. Ivan Paulino talvez hoje estivesse realizando os seus experimentos não em prol da NASA, e sim em prol do Programa Espacial Brasileiro (PEB).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Rússia Oferece ao Brasil Assistência no Desenvolvimento de Foguetes