IAE Dá Início a Operação Mutiti

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada hoje (19/11) no site do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), informando de que este instituto deu finalmente início as atividades da tão aguardada “Operação Mutiti”.

Duda Falcão

IAE Dá Início a Operação Mutiti

Publicado: 19 Novembro 2018
Última atualização em 19 Novembro 2018


Com o embarque da carga útil e motores em 14 nov e das equipes hoje, dia 19 Nov, o Instituto de Aeronáutica deu início a Operação denominada Operação Mutiti.

A Operação Mutiti tem por objetivo lançar e rastrear o Veículo de Sondagem VS-30 V14, com a carga útil PSR-01, onde estão embarcados diversos experimentos desenvolvidos com recursos da Agência Espacial Brasileira, a partir do Centro de Lançamento de Alcântara e utilizando o Centro de Lançamento da Barreira do Inferno como Estação Remota.

A Operação Mutiti atende ao programa de lançamentos de foguetes de sondagem previsto no Programa Nacional de Atividades Espaciais (PNAE) e tem como objetivo o lançamento do foguete VS-30 V14 portando uma carga útil denominada PSR-01.

Serão 07 (sete) os experimentos embarcados na carga útil PSR-01, alguns deles compostos de mais de uma experiência, sendo 2 (dois) do Instituto de Pesquisas Espaciais (INPE), 01 (um) do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), 01 (um) do Instituto de Estudos Avançados (IEAv), 01 (um) da Universidade Estadual de Londrina (UEL) e 02 (dois) do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE).

A janela de lançamento ocorrerá entre os dias 04 à 09 de dezembro de 2018.


Fonte: Site do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE)

Comentário: Pois é leitor, finalmente veremos mais um foguete com uma missão espacial específica sendo lançado com sucesso do CLA, ou será que não? Vale aqui lembrar leitor que, as duas ultimas missões como esta realizadas no CLA, ou seja, a “Operação São Lourenço”, que terminou de forma catastrófica com a estranha explosão do foguete VS-40 M VO3, ocorrida em novembro de 2015, e a “Operação Rio Verde”, que terminou com a falha do foguete VSB-30 V11 em alcançar o apogeu esperado, prejudicando assim os resultados das pesquisas, ocorrida em dezembro de 2016. Pois então leitor, diante deste histórico recente de resultados e da suspeita de que, pelo menos na “Operação São Loureço” tenha havido ações de sabotagem, tomara mesmo que a FAB e a ABIN tenham tomados todas as devidas providencias necessárias para evitar assim possíveis e desagradáveis surpresas. Não sei se é pura coincidência leitor, ou já uma clara demonstração de mudança na forma de divulgar essas missões, mas note como o IAE foi discreto na descrição das cargas uteis desta missão.  Pois é caro leitor, agora só resta torcer para que o IAE e a FAB tenham feito mesmo o dever de casa. Avante VS-30 V14

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Por Que a Sétima Economia do Mundo Ainda é Retardatária na Corrida Espacial