ITASAT Será Lançado da Base Aérea de Vandenberg na Califórnia na Próxima Segunda-Feira

Olá leitor!

Segue abaixo uma nota postada dia (13/11) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB), destacando que finalmente o Nanosatélite ITASAT-1  (este desenvolvido pelo ITA - Instituto Tecnológico de Aeronáutica ), finalmente será lançado no dia 19/11 (próxima segunda-feira) da Base Aérea de Vandenberg na Califórnia (EUA).

Duda Falcão

NOTÍCIAS

ITASAT Será Lançado da Base Aérea
de Vandenberg na Califórnia
na Próxima Segunda-Feira

Coordenação de Comunicação Social – CCS
Publicado em: 13/11/2018 - 18h38
Última modificação: 14/11/2018 - 09h53


Uma parceria entre a Agência Espacial Brasileira e o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) resultou no desenvolvimento do nanossatélite ITASAT. O cubesat em formato 6U está previsto para ser lançado na próxima segunda-feira, (19.11), às 16h30 (horário de Brasília), da Base Aérea de Vandenberg, na Califórnia (EUA), pelo lançador Falcon 9.

O principal objetivo do projeto ITASAT é fomentar a capacitação de recursos humanos para atuar na indústria e nos institutos de pesquisas do setor aeroespacial brasileiro. O desenvolvimento do satélite e o lançamento foram integralmente custeados pela AEB.

Com dimensões de 10x20x30 centímetros, peso de 5,2 kg, o ITASAT tem como cargas úteis um transponder de coleta de dados desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais de Natal (INPE/CRN), um receptor GPS desenvolvido pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) em parceira com o Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE) e uma câmera comercial com resolução de 80m.

O ITASAT será o quarto cubesat nacional a ser colocado no espaço. O primeiro, o NanosatC-Br1, foi desenvolvido pelo INPE e pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM); o segundo, o AESP-14 foi desenvolvido pelo ITA. O terceiro, o SERPENS-1 do Sistema Espacial para Realização de Pesquisa e Experimentos com Nanossatélites foi desenvolvido por um consórcio de universidades e coordenado pela Universidade de Brasília (UnB). Todos esses cubesats contaram com recursos da AEB, no âmbito do programa de pequenos satélites.


Fonte: Site da Agência Espacial Brasileira (AEB)

Comentário: Bom leitor, finalmente chegou a hora do ITASAT-1 ser lançado ao espaço. Desde que este nanosatélite era ainda um projeto de microsatélite, isto sob a coordenação do Prof. David Fernandes, e depois já na versão de nanosatélite, na coordenação do Cap. Eloi Fonseca e finalmente já na coordenação final do Prof. Dr. Luis Eduardo Loures da Costa, o Blog BRAZILIAN SPACE acompanha com grande interesse o desenvolvimento deste projeto. Vale dizer que este satélite foi o segundo ha ser desenvolvido pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), o primeiro foi o AESP-14 que infelizmente falhou ao entrar em orbita. Entretanto leitor, pelo que sambemos, a equipe do ITA já trabalha com outras instituições nacionais e estrangeiras em dois novos projetos de pequenos satélites, são eles: o projeto do nanosatélite “SPORT” em parceria com o INPE, a NASA e três universidades americanas e o projeto da sonda Lunar “GARATEA-L”, em parceria com o consorcio Garatea. Vamos torcer leitor para que o ITASAT-1 seja um sucesso em órbita. Aproveitamos para agradecer a nossos leitores Mariana Amorim Fraga e Carlos Cássio Oliveira pelo envio desta notícia. Avante ITASAT-1.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da Sala de Aula para o Espaço

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Rússia Oferece ao Brasil Assistência no Desenvolvimento de Foguetes