Com sucesso, CLA Lança Foguete FTI

Olá leitor!

Segue abaixo uma matéria publicada hoje (27/05) no jornal “O Estado do Maranhão”, destacando como já havíamos anunciado que o Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) lançou com sucesso ontem (26/05) mais um Foguete de Treinamento Intermediário (FTI).

Duda Falcão

Geral

Com sucesso, CLA lança Foguete
de Treinamento Intermediário

Centro de Lançamento de Alcântara diz que
operação ocorreu como estava previsto

Ronaldo Rocha
Da equipe de O Estado
27/05/2011

Douglas Jr.
Foguete da Operação Fogtrein I atingiu o
apogeu e depois caiu no mar

ALCÂNTARA - Foi um sucesso o lançamento do Foguete de Treinamento Intermediário (FTI), ontem, marcando o início da “Operação Fogtrein I 2011”. Hoje ocorrerá o segundo lançamento de FTI, e a expectativa é de que o veículo alcance um resultado superior ao de ontem. O FTI, que está em fase de certificação para fins comerciais, alcançou um apogeu de 56.398 km, uma distância de 79.169 km num vôo que durou 3,45 minutos. O foguete caiu no mar, numa área previamente isolada pelo Centro de Lançamento de Alcântara (CLA).

De acordo com o diretor do CLA, coronel Ricardo Rangel, o FTI teve grande importância para a evolução do projeto que visa a realização da primeira operação com o Veículo Lançador de Satélites (VLS), o que deve ocorrer entre 2012 e 2013. “Esse lançamento mostrou que todos os testes e todas as análises feitas estavam corretas, o que nos permitiu obter um resultado perfeito. A operação foi um sucesso”, destacou.

O objetivo do CLA, para 2012, é expandir esse tipo de tecnologia para outros países. “A nossa visão é chegar ao fim deste ano com todo o seu projeto concluído, de forma que possamos passar para a produção em série do veículo a partir do ano que vem”, afirmou o coronel Rangel.

O lançamento FTI, segundo o diretor do CLA, cumpriu todos os requisitos esperados e suplantou o que a equipe tinha como expectativa. “É um veículo que tinha um valor inicial de apogeu de 64 km e chegando a 56,4km nos deixa muito tranqüilos. Ao elevarmos a operação para 82º, o foguete vai ultrapassar a média, que era um limite que estabelecemos para o seu desenvolvimento”, afirmou.

A expectativa do CLA é de que o foguete lançado hoje chegue a um apogeu de 64 km a 66 km de altura. “Tenho certeza que atingiremos nossa meta com muita tranqüilidade, pois no lançamento de hoje [ontem] obtivemos todas as respostas às correções que havíamos feito no projeto”, analisou Rangel.

O projeto do FTI, segundo o diretor do CLA, foi iniciado em 2008 com uma tecnologia que abrangia outro tipo de veículo. A atenção, nos primeiros meses, se voltou à carga útil do equipamento, o que permitiu o desenvolvimento da tecnologia do Foguete de Treinamento Básico (FTB) para o FTI. “Isso nos levou ao lançamento perfeito de hoje [ontem] em todos os sentidos”, completou.

Ricardo Rangel disse que a maior vantagem para o país, a partir da consolidação da tecnologia, é a possibilidade de colocar satélites em órbita. “Num programa espacial, cada passo que é dado é um tijolo que se coloca; a construção é aos poucos, gradativa. Nós podemos no futuro colocar satélites em órbita e alcançar vários benefícios que hoje já temos e outros que queremos adquirir. Também é vantagem a parceria com outros países e a possibilidade de comercialização dos veículos com outros centros de lançamento no mundo”, enfatizou.

Operação – A Operação Fogtrein I 2011 é a primeira de cinco que serão realizadas este ano. No ano passado, o CLA realizou sete lançamentos, todos bem-sucedidos. Inicialmente, estavam previstos para este ano 14 lançamentos, mas foram reduzidos para oito devido ao corte no orçamento, de R$ 50 milhões, destinado à Ciência e Tecnologia.

O corte no orçamento, no entanto, não prejudicará o CLA para o desenvolvimento e lançamento do VLS, previsto para os anos de 2012 e 2013 na nova Torre Móvel de Integração (TMI), que deve ser entregue no segundo semestre deste ano. “O lançamento de FTB e FTI visam especificamente o lançamento do VLS”, explicou Rangel.

Em julho do ano passado, quando a TMI foi apresentada pela primeira vez à imprensa, apenas a estrutura estava concluída. Hoje, os sistemas estão em fase de instalação no entorno da plataforma e já foram colocadas torres para proteção de descargas elétricas causadas por raios e para medição de ventos. A obra da TMI, orçada em R$ 44 milhões, encontra-se na etapa de acabamentos eletrônicos e fase de comunicação dos sistemas da casamata e a casa de apoio.

Saiba Mais

Os lançamentos de ontem e hoje têm a finalidade de treinar a equipe de tecnologistas do CLA e avaliar o projeto de desenvolvimento do veículo, incluindo desempenho aerodinâmico, motor e carga-útil e, ainda, obter dados para qualificação e certificação do foguete.

56.398 km foi o apogeu alcançado pelo FTI

79.169 km foi a distância percorrida pelo foguete

3,45 minutos foi o tempo de duração do vôo


Fonte: Jornal O Estado do Maranhão - pág 06 - 27/05/2011

Comentário: Agradeço uma vez mais ao leitor maranhense Edvaldo Coqueiro pelo envio dessa matéria.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 5 - Principais Satélites Brasileiros

Da Sala de Aula para o Espaço

Janeiro de 2015 Registra Recorde de Focos de Queimadas Detectados Por Satélite